Riscos potenciais e conseqüências de lesões nas unhas: o que vale a pena saber?

Lesões nas unhas podem levar a sérias conseqüências, como infecções, danos à pele e sangramento. Descubra como eles podem ser perigosos e como evit á-los.

As unhas não são apenas um elemento de beleza e limpeza, mas também uma parte importante do nosso corpo que desempenha uma função protetora. No entanto, mesmo uma pequena lesão em uma unha pode causar sérios danos à saúde. Uma unha mal limpa, quebrada ou danificada se torna um terreno reprodutor perfeito para bactérias e infecções.

Uma das lesões mais comuns para as unhas é uma placa de unha destacada. Isso pode ocorrer com cuidado inadequado, um golpe duro ou impacto mecânico. O desapego da unha do berço da unha pode levar a sensações dolorosas, infecção e até perda da unha como um todo.

O uso excessivo de gel de unha ou acrílico também pode causar várias lesões nas unhas. A introdução da infecção nas unhas e a pele ao seu redor pode levar a problemas sérios, como paronychia, pústulas e até sepse.

Outra lesão perigosa das unhas é uma unha encravada. Esta é uma condição em que as bordas laterais da unha começam a crescer na pele ao redor dela. Isso resulta em inflamação, dor e desconforto. Se a unha não for cortada ou removida no tempo, pode levar à infecção e até à cirurgia.

Aparência estética diminuída

Lesões nas unhas podem levar a uma diminuição na aparência estética das mãos e pés. Os danos à placa de unha podem levar a uma mudança em sua aparência, pois a unha pode se tornar irregular, lascada ou ter uma coloração não natural. Isso pode afetar bastante o bem-estar e a autoconfiança de uma pessoa.

Lesões nas unhas também podem causar infecções, o que pode piorar a condição e a aparência das unhas. A inflamação e o inchaço causados pela infecção podem levar a mudanças na forma e na cor da unha, além de causar dor e desconforto.

Risco de inflamação

Risco de inflamação

Lesões nas unhas podem ser uma fonte de várias complicações, incluindo a ocorrência de inflamação. Cortes, abrasões e outras lesões nas unhas podem levar à infecção se não forem tratadas adequadamente e as etapas apropriadas não são tomadas para evitar a inflamação.

A inflamação pode ocorrer ao redor da unha danificada e se espalhar para os tecidos vizinhos. É acompanhado por inchaço, vermelhidão, dor e pode ser acompanhado por descarga purulenta. Em alguns casos, se a inflamação não for tratada e gerenciada a tempo, ela poderá se espalhar ainda mais e causar complicações graves, como abscesso ou sepse.

Para evitar o risco de inflamação, é importante praticar uma boa higiene, lavando e tratando as unhas regularmente, especialmente após uma lesão. Também é necessário monitorar a condição da placa de unha, evitar situações traumáticas, como o uso inadequado de ferramentas de manicure ou usar sapatos desconfortáveis.

  • Trate suas unhas e cutículas regularmente, usando ferramentas suaves e seguras.
  • Evite cortar as unhas muito curtas para evitar danos à pele.
  • Se ocorrer uma lesão na unha, trat e-a imediatamente lavando a ferida com água morna e aplicando um ant i-séptico.
  • Em caso de sinais de inflamação, como vermelhidão, inchaço e dor, consulte um médico para diagnóstico e tratamento apropriado.

Seguir essas precauções simples reduzirá o risco de inflamação por lesões nas unhas e manterá os tecidos das unhas saudáveis.

A probabilidade de dano dos tecidos moles

Lesões por unhas podem levar a graves danos nos tecidos moles. Quando as unhas não são adequadamente cuidadas ou quando certas atividades são realizadas sem cuidados adequados, a unha pode ser facilmente danificada, o que pode levar a uma variedade de problemas.

Uma das lesões mais comuns na placa de unha é quando ela se afasta ou se quebra completamente. Isso pode acontecer quando as unhas não são aparadas corretamente ou quando muita força é aplicada durante uma manicure. Quando essa lesão ocorre, o tecido mole sob a unha pode ser gravemente danificado, o que pode levar à dor, inflamação e infecção.

Deterioração da qualidade de vida

Lesões nas unhas podem afetar seriamente a qualidade de vida de uma pessoa. Dor e desconforto constantes ao caminhar podem levar a um movimento restrito, dificultando a execução de tarefas diárias simples. Por exemplo, uma pessoa pode ter dificuldade em colocar sapatos ou até mesmo sentar e se levantar.

Além disso, lesões nas unhas podem causar um estado negativo psicológico. Dor constante e atividade restrita podem levar à depressão, ansiedade e irritabilidade. Uma pessoa pode se sentir isolada da sociedade e incapaz de desfrutar de atividades e hobbies habituais.

Complicações em atividades diárias

Complicações em atividades diárias

Lesões nas unhas podem levar a várias complicações nas atividades cotidianas. Aqui estão alguns deles:

  • Dor e desconforto: as unhas danificadas podem causar dor e desconforto ao caminhar ou realizar outras atividades. Isso pode dificultar a função normalmente e reduzir sua qualidade de vida.
  • Infecções: Quando as unhas são danificadas, há um risco de infecção. Uma ferida aberta pode se tornar um portal de entrada para bactérias e outros microorganismos, o que pode levar à inflamação e infecção. Isso pode exigir tratamento de antibióticos e pode levar muito tempo para curar.
  • Transtorno da placa de unha: as lesões nas unhas podem levar a vários distúrbios da placa de unha, como rachaduras, descascamento, dobras e deformidades. Isso pode dificultar a manutenção da forma e estrutura normais da unha, o que, por sua vez, pode causar desconforto e limitar sua capacidade de seguir sua vida diária.

Em geral, lesões nas unhas podem criar desconforto e dificuldade nas atividades cotidianas. Portanto, é importante prestar atenção à condição de suas unhas, evitar lesões e procurar atendimento médico quando necessário.

Possibilidade de infecção

Quando ocorrem lesões nas unhas, a infecção é possível e pode levar a sérias conseqüências. Quando a unha é danificada, bactérias e micróbios prejudiciais que vivem na superfície da pele podem entrar. Se as medidas necessárias não forem tomadas para tratar e tratar a ferida, a infecção pode se espalhar e causar complicações.

Os principais sinais de infecção são: vermelhidão, inchaço, dor, aumento da temperatura da pele ao redor da lesão e o aparecimento de pus. Se esses sintomas forem detectados, é necessário consultar um médico para prescrever tratamento e medicamentos adequados.

Aparência de sensações dolorosas

Primeiro de tudo, sensações dolorosas podem ocorrer quando a placa de unha é danificada. Por exemplo, quando é arrancado ou esmagado. Nesses casos, a dor é geralmente sentida no local de danos e pode ser intensa. Também pode haver inchaço e vermelhidão ao redor da unha danificada.

Sensações dolorosas também podem ocorrer quando há inflamação ao redor da unha. As possíveis causas dessa inflamação podem ser infecções, infecção fúngica ou bacteriana. Nesses casos, a dor é geralmente acompanhada de vermelhidão, inchaço e hipersensibilidade ao redor da placa de unha.

É importante observar que a dor nas lesões nas unhas pode ser de natureza e intensidade variadas. Em alguns casos, a dor é temporária e desaparece após a exposição direta à unha. No entanto, em casos mais graves, a dor pode ser duradoura e exigir atenção médica.

Probabilidade de interrupção da placa de unha

Vários fatores, como atividade diária, estilo de vida e atividades ocupacionais, influenciam a probabilidade de lesão nas unhas. Certos grupos de pessoas correm mais risco de lesão nas unhas, como atletas, trabalhadores da construção, cozinheiros e muitos outros.

As principais causas de lesão na placa de unha incluem:

  • um golpe ou compressão severa do dedo;
  • calçados inadequados que podem esfregar ou espremer a unha;
  • manuseio inadequado de objetos nítidos, como tesoura ou uma faca;
  • realizando inadequadamente uma manicure ou pedicure, incluindo descolamento de cutículas.

Além disso, algumas pessoas têm uma maior probabilidade de lesão nas unhas devido à presença de certas condições médicas, como dermatite ou infecção por unhas de fungos.

Perda de sensibilidade

Perda de sensação

A perda de sensação pode ser temporária ou permanente, dependendo da extensão dos danos nos nervos. No caso de perda temporária de sensação, as terminações nervosas podem se regenerar ao longo do tempo e a pessoa começará a sentir sensações táteis na área da unha danificada novamente.

No entanto, a perda permanente de sensação pode ter um impacto significativo na qualidade de vida de uma pessoa. Ele ou ela pode achar difícil realizar tarefas simples, como vestir e tirar sapatos, fazer movimentos precisos da mão ou encontrar objetos perigosos ao redor da unha.

Risco de sangramento

Risco de sangramento

O sangramento debaixo da unha pode ser bastante intenso e desagradável, pois a placa de unha serve como uma espécie de barreira para o sangue. Se o sangramento não for interrompido no tempo, pode levar a uma perda de sangue significativa e até conseqüências perigosas à saúde.

Se o sangramento ocorrer debaixo da unha, você deve tomar medidas imediatamente para parar o sangramento. Para fazer isso, você pode tomar ações simples: aplique frio (com gelo ou água fria) na unha danificada, pressione a unha em uma superfície macia para espremer os vasos sanguíneos ou usar band-aids especiais para ajudar a parar o sangramento.

Caso o sangramento não possa ser interrompido por conta própria, você deve consultar um médico imediatamente. Os profissionais poderão parar com segurança o sangramento e fornecer os cuidados médicos necessários para reparar as unhas e tecidos danificados.

Vídeo sobre o assunto:

Q & amp; A:

O que pode acontecer com uma lesão na unha?

Uma lesão na unha pode resultar na separação da unha da placa da unha, danos na placa da unha, rasgando a pele ao redor da unha ou sangramento.

O que pode desencadear uma lesão na unha?

Uma lesão na unha pode ser desencadeada por uma variedade de fatores, como um golpe, forte compressão, corte ou manuseio inadequado de ferramentas de unhas.

Quais são os sintomas que indicam uma lesão na unha?

Os sintomas de lesão na unha podem incluir dor, inchaço, sangramento, hematomas, alterações na cor ou forma da unha e uma sensação de formigamento ou dormência.

O que devo fazer se tiver uma lesão na unha?

Se ocorrer uma lesão na unha, você deve parar imediatamente de sangrar, lavar a ferida com água, aplicar um molho estéril e consultar um médico para diagnóstico e tratamento.

Como as lesões nas unhas podem ser evitadas?

Para evitar lesões nas unhas, você deve aparar as unhas corretamente, usar sapatos de proteção ao praticar esportes ou praticar trabalho físico pesado e evitar usar ferramentas de unhas da maneira errada.

Limitando a atividade motora

Limitação da atividade motora

Quando ocorrem lesões nas unhas, é necessário limitar a atividade motora, especialmente se a lesão for grave. Isto é devido a vários fatores:

  • Dor. Uma lesão na unha pode ser muito dolorosa e causar uma sensação de desconforto ao se mover.
  • Risco de agravar a lesão. Se você se mover vigorosamente ou esfregar a unha ferida contra a superfície de seus sapatos ou outros objetos, poderá agravar a lesão e causar problemas adicionais.
  • Proteção contra infecção. Uma unha ferida se torna vulnerável a uma variedade de infecções. Restringir o movimento ajuda a proteger a área lesionada de uma possível infecção.

Existem vários métodos para restringir o movimento:

  1. Usando bandagens ou manchas ortopédicas especiais que corrigem a unha danificada e fornecem suporte.
  2. Evitar uma atividade física vigorosa que pode causar lesões adicionais ou agravar os danos.
  3. O uso de calçados de proteção que impede que a unha danificada esfregue contra superfícies e fornece suporte adicional.
  4. Se necessário, o uso de muletas ou outros meios para descarregar o pé ferido e evitar tensão na unha lesionada.

Limitar a atividade motora é importante para uma recuperação rápida e total de uma lesão na unha. Seguindo essas recomendações, você pode acelerar o processo de cicatrização e evitar possíveis complicações.

Aumento da sensibilidade ao frio e ao calor

Quando uma unha é ferida, fica mais difícil regular a temperatura ao seu redor. A hipersensibilidade pode se manifestar como dor ou desconforto quando em contato com objetos quentes ou frios. Por exemplo, o toque normal de uma superfície fria pode causar desconforto ou até reações dolorosas.