A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

“Diz-me como dormes, e eu digo-te quem és”, dizem psicólogos e especialistas em linguagem corporal. Em muitas comunidades científicas de hoje acredita-se que a pose em que uma pessoa dorme pode dizer-nos muito sobre ele ou ela. Ao analisar a postura durante o sono, é possível estudar as profundezas da psique do adormecido, para construir o seu perfil comportamental.

Robert Phipps, um psicólogo britânico e especialista em linguagem corporal, realizou um estudo sério com a participação de cerca de mil dos seus concidadãos e chegou à conclusão de que a postura adoptada por uma pessoa durante o sono pode determinar quão duro ou stressante foi o seu dia, que emoções experimentou antes de dormir, que controlo tem sobre a sua vida, que traços básicos de carácter tem, etc.

A nossa postura de sono é um reflexo do nosso inconsciente. Reflecte os nossos verdadeiros sentimentos, a nossa vida no mundo real exactamente como ela existe na realidade, sem quaisquer disfarces, enfeites supérfluos e envoltórios brilhantes, mas totalmente vazios!

Porquê? A razão é que durante o dia as pessoas controlam os seus gestos e movimentos, mas durante a noite, quando a consciência adormece, o inconsciente vem à tona. As poses de sono são adoptadas pelas pessoas a um nível inconsciente. Portanto, a posição de sono favorita de uma pessoa reflecte muito frequentemente as emoções e sentimentos que se tem quando se vai para a cama.

Através das poses de sono, o corpo e a mente continuam o diálogo que foi iniciado à noite, quando o indivíduo ainda estava acordado, mas já a um nível inconsciente.

O nosso inconsciente, ao contrário do consciente, nunca mente! Mostra uma imagem real do nosso mundo interior, graças à qual podemos compreender exactamente se estamos no caminho certo ou se já o desligámos.

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

O que nos dizem as nossas poses de dormir? Se quer saber a resposta a esta pergunta, então o nosso artigo é exactamente o que precisa! Aqui estão 8 posturas de sono, cuja análise o ajudará a compreender muito melhor o seu mundo interior e a lidar com os problemas actuais.

As 8 poses mais populares durante o sono e a sua interpretação

Dependendo das circunstâncias, uma pessoa pode mudar de poses de dormir de 25 para 35 vezes durante a noite. Por conseguinte, deve prestar atenção a duas posições: aquela em que adormeceu e aquela em que acordou. É melhor “contar-lhe” o tipo de pessoa que é.

Pose #1: “Embrião” ou “Feto”

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A posição “embrião” ou “fetal” é uma pose de sono que lembra uma criança no ventre da mãe, em que a pessoa que dorme com as costas arredondadas e os braços dobrados no cotovelo se deita de lado, com as pernas dobradas nos joelhos puxadas para cima até ao peito.

A pessoa que dorme nesta posição ocupa uma pequena parte do espaço do sono. Esta pose, segundo um estudo do psicólogo britânico Chris Idzikowski, é a forma como a maioria dos adultos dorme.

Alguns especialistas argumentam que esta postura de sono indica que uma pessoa tem uma necessidade aguda e pronunciada de segurança e protecção contra a influência negativa de factores ambientais. Um bebé no útero da mãe é protegido de forma fiável do mundo exterior e sente-se completamente seguro, por isso mesmo como adulto cada um de nós, especialmente depois de um dia de trabalho duro ou de uma conversa desagradável, quer encaracolar, esquecer todos os problemas e preocupações e sentir plenamente paz e serenidade.

Outros especialistas explicam o amor de muitas pessoas à posição de “embrião” pelo facto de ser o mais confortável e habitual para o corpo físico, pelo que os especialistas não vêem qualquer sentido em procurar algum significado oculto ou secreto (desculpem a tautologia) nesta posição. Se uma pessoa assume esta postura durante o sono, isso indica apenas que quer relaxar, acalmar-se e pôr em ordem os seus sentimentos e pensamentos.

Segundo alguns psicólogos, se uma pessoa adormece constantemente ou acorda na posição “fetal”, por vezes comporta-se indecisamente e toma as decisões erradas. Quando criança, tal pessoa era muito dependente da sua mãe, e na adolescência era incapaz de se separar completamente dela e tornar-se uma pessoa auto-suficiente, independente e de pleno direito. Como adulto, tal pessoa precisa constantemente da ajuda e apoio de outras pessoas. A sua auto-estima depende quase completamente da opinião de tais pessoas.

Muitas pessoas que dormem em “feto” levam uma vida retraída, têm dificuldades em interagir com outras pessoas, não se integram bem num grupo já formado, estão ansiosas com ou sem razão, e não conseguem expressar correctamente as suas emoções e sentimentos. Não conseguem estabelecer rápida e facilmente amizade com a pessoa de quem gostam, porque precisam (ao contrário de outras pessoas) de muito mais tempo para construir confiança e relações próximas. Mas se tal relação já tiver sido formada, será forte, fiável e duradoura.

Se a pose de “feto” não é habitual para si, mas ultimamente está constantemente a adormecer ou a acordar nesta posição, então algumas coisas que estão a acontecer no actual período da vida fazem-no sentir muito nervoso, ansioso, ou deslocado.

Pose #2: “Soldado” ou “Tora”

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose de “soldado” ou “tora” é uma posição de sono em que o dorminhoco está deitado de costas direitas e tensas, com os braços esticados nas costuras e apertados firmemente contra o seu corpo.

Do exterior pode parecer como se a pessoa estivesse a dormir numa cama apertada entre duas pessoas ou apertada num espaço apertado. Esta pose é mais frequentemente preferida por pessoas que são disciplinadas, exigentes consigo próprias e com as pessoas que as rodeiam, personalidades bastante fechadas e retraídas. Não suportam uma comunicação hipócrita, cínica e condescendente, violando os seus limites pessoais.

Uma pessoa que na maioria das vezes adormece ou acorda numa posição de “registo”, comporta-se de forma muito reservada, não é propensa à verbosidade e não gosta de tagarelice ociosa e sem sentido. Está habituado a falar clara e concisamente. Tudo o que não diz respeito ao assunto da conversa é para um indivíduo assim um desperdício de tempo pessoal.

Os indivíduos que dormem na postura de “soldado” são pessoas activas e propositadas de acção, não de palavras. Não prestam atenção às palavras, mas avaliam as outras pessoas apenas pelos seus actos. Eles sabem muito bem que as palavras não são sacos para sacos, por isso julgam os seus vizinhos pelos seus actos. Estas pessoas nunca falam dos seus planos, não gostam de mentir, vangloriar-se, ou suscitar inveja dos outros. Sem mais delongas, traduzem o que planearam em realidade e nunca descansam sobre os seus louros.

Se apenas recentemente começou a adormecer ou a acordar nesta posição, significa que não se pode deixar de lado os assuntos inacabados, os problemas e as preocupações actuais. Está tão atolado na rotina e habituado à realidade à sua volta que está pronto para saltar da cama a qualquer momento e desenvolver uma actividade vertiginosa.

A pose de “soldado” também indica que está muito ansioso com as tarefas importantes com que tem de lidar pela manhã. Tem um sentimento de ansiedade tão forte e profundo que à noite não pode descansar totalmente, relaxar e recuperar as suas reservas interiores.

Pose #3: “Real” ou “Estrela-do-mar”

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose “real” ou “estrela-do-mar” é uma posição de sono em que o dorminhoco está deitado de costas com os braços e pernas relaxados, ligeiramente estendidos, e esticados ao longo do tronco.

Tal posição na cama indica que a pessoa é uma pessoa auto-confiante e sente-se completamente segura. Quase em qualquer companhia tal indivíduo torna-se imediatamente a alma da companhia e o primeiro entre iguais; ele sente-se aconchegado e confortável em todo o lado.

As pessoas que dormem na pose de “estrela-do-mar” têm qualidades de liderança fortemente pronunciadas, estão abertas a tudo o que é novo, olham para o futuro com optimismo, carregam as pessoas à sua volta com a sua energia positiva, e estão sempre prontas a ajudar os necessitados. Nunca se sentam num só lugar, adoram viajar e conhecer outras culturas. Fazem facilmente novos conhecidos e interagem facilmente com outras pessoas.

Uma pessoa que dorme numa pose tão relaxada tem um carácter calmo, equilibrado, persistente e um elevado nível de auto-importância. Uma pessoa assim está sempre pronta a superar vários tipos de dificuldades, mas em certas situações actua de forma bastante agressiva: pode actuar duramente, e por vezes cruelmente em relação a outras pessoas.

Os psicólogos dizem: se até há pouco tempo não gostava desta pose de dormir, e agora adormece constantemente ou acorda numa pose “real”, isso significa que a sua auto-estima de correcta e objectiva se transformou num inflacionado inadequadamente. Se em tempos teve auto-respeito pela sua pessoa, agora esse auto-respeito transformou-se em auto-valorização. Mostra constantemente a outras pessoas as suas melhores qualidades (do seu ponto de vista) e esforça-se por um controlo total sobre tudo o que acontece à sua volta e sobre todos os indivíduos que o rodeiam.

Por vezes, a nível subconsciente, a pose de “estrela-do-mar” é escolhida por aquelas pessoas que actualmente enfrentam certos problemas situacionais e são confrontadas com o facto de que alguém no trabalho ou na esfera das relações interpessoais quer tomar o seu lugar. Porquê? Ao adormecerem na cama numa pose “real”, as pessoas querem defender o seu “território” por direito, por isso estendem os braços e as pernas o mais largo possível para significar o espaço que lhes pertence.

Em alguns casos, a pose “real” indica que o homem ou mulher sente uma incrível explosão de energia e força e está actualmente no topo do sucesso numa determinada área.

Pose #4: “Filósofo” ou “Sonhador”.

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose de “filósofo” ou “sonhador” é uma posição de sono em que o sonâmbulo está deitado de costas virado para cima, com os braços dobrados nos cotovelos atrás da cabeça.

Enquanto acordadas, as pessoas assumem frequentemente esta pose quando precisam de pensar em algo, encontrar uma solução para um problema importante ou mergulhar num mundo de fantasia.

Uma pessoa que prefere a pose de um “sonhador” é uma pessoa racional e calma que procura harmonia interior e sabe muito bem que todas as mudanças importantes ocorrem no interior, e não no exterior. Tais pessoas adoram ter conversas filosóficas, citando sábios antigos, ponderando o eterno, etc.

As pessoas que adormecem ou acordam na posição de “filósofo” caracterizam-se por uma certa lentidão em quase todas as acções. Mas acabam sempre com as suas promessas e nunca desistem das mesmas. A estas pessoas pode ser confiado um segredo profundo e não se preocupa que um par de dias por aí se apercebam dos mais pequenos detalhes deste segredo.

Por vezes é muito difícil para tais personalidades familiarizarem-se com uma pessoa de quem gostam e construírem uma relação de confiança com ela. Elas procuram durante muito tempo um estranho, pesam todos os prós e contras, e só depois disso é que começam a agir. Embora o indivíduo que dorme numa posição de “filósofo” seja muito poucos amigos, mas cada um deles vale o seu peso em ouro.

Se começou recentemente a adormecer ou a acordar nesta pose, isso indica que precisa de lidar com o seu mundo interior, conduzir uma certa reavaliação de valores, reconsiderar as suas prioridades outrora estabelecidas e perceber que está a passar, como todos à sua volta, por uma transformação contínua e inevitável. O que ontem foi importante e necessário pode estar para além da sua renovada filosofia de vida de hoje.

Não tenha medo da mudança na vida, pois ela faz parte da nossa existência quotidiana. Quanto mais cedo perceber que não pode evitar estas mudanças, mais fácil lhe será descobrir qual o caminho a seguir para alcançar os resultados de que necessita.

Pose #5: “Meio Embrião” ou “Meio Feto”

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose “meio embrião” ou “meio feto” é uma posição de sono em que o dorminhoco está de lado, as pernas ligeiramente dobradas nos joelhos, e os braços, ligeiramente dobrados nos cotovelos, pressionados até ao peito ou deitados debaixo de uma almofada.

Cerca de 30-35% de todas as pessoas que vivem no nosso planeta adormecem ou acordam nesta posição. Nesta pose é muito fácil manter-se quente e, virando-se de um lado para o outro, manobrar durante o sono sem alterar completamente a configuração do corpo. Na pose “meia-embrião” não só o centro do corpo está bem protegido, mas também o coração, por isso a pessoa dorme tranquilamente, raramente acorda à noite, e de manhã sente-se acordada e descansada.

A pose “semi-embrionária” é preferida por pessoas abertas, adequadas, comunicativas e equilibradas que têm lógica e senso comum. Elas tentam olhar para a vida de um ponto de vista realista-optimista, aceitam tão firmemente quaisquer golpes do destino e acreditam sinceramente que o amanhã será muito melhor do que ontem. Tais pessoas são fáceis de fazer novos conhecidos. Sentem a alma da empresa, não só entre amigos próximos ou parentes, mas também entre estranhos.

As pessoas que adormecem ou acordam numa posição “meio-fetal” não procuram apoio ou protecção da sociedade. Têm confiança em si próprias e nas suas próprias capacidades. Tais pessoas têm auto-estima normal e sabem exactamente como devem agir neste ou naquele caso, por isso não prestam qualquer atenção a conselhos, recomendações e desejos sensatos e valiosos de outras pessoas.

Se só recentemente começou a dar preferência a esta posição de dormir, isso indica que no momento actual da sua vida, existe uma situação à qual precisa de se adaptar e ajustar o mais rapidamente possível. Só a flexibilidade e a tranquilidade o ajudarão a escolher o rumo certo e a alcançar os seus objectivos.

Pose #6: “Corredor” ou “Velocista”

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose de “corredor” ou “velocista” é uma posição na cama em que as pernas e braços da pessoa que dorme são virados em diferentes direcções: um braço está para baixo, o outro braço está para cima, uma perna está dobrada no joelho mas direita na anca, e a outra perna está direita no joelho mas virada na anca. Se olharmos para a pessoa que dorme de lado, ficamos com a impressão de que ela está simplesmente congelada em movimento.

Crianças e adultos, que se caracterizam por uma certa soltura e desorganização, dormem frequentemente na posição de “corredor”. Estão constantemente atrasados, não sabem como planear o seu dia e nunca sabem o que lhes vai acontecer a seguir. Estes são o tipo de pessoas que podem tomar o pequeno-almoço em Berlim e jantar em Amesterdão. Estas pessoas são fáceis de acompanhar e não se importam de se divertir na companhia de pessoas como elas. Muito frequentemente iniciam algum negócio, mas quase nunca o levam à sua conclusão lógica.

Uma pessoa que adormece ou acorda nesta posição, tem uma natureza caprichosa, inconstante e imprevisível. O seu comportamento depende do seu humor: se o indivíduo acorda de bom humor, todos à sua volta receberão elogios e sorrisos, mas se o seu humor de manhã deixar muito a desejar, todo o tipo de reprovações e acusações recairão sobre os outros.

Se só recentemente começou a dar preferência à pose de “corredor”, isso indica que demasiados problemas se acumularam na sua vida, os quais não tem pressa em resolver. Se deixar que tudo corra por si só, os problemas crescerão exponencialmente. Deve preparar-se mentalmente para não ser o período mais fácil e agradável da sua vida, determinar a importância e a prioridade de cada problema, e depois proceder à sua decisão por ordem de prioridade.

Pose #7: “Imensidade” ou “Invasor”

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose de “imensidade” ou “invasor” é uma posição de sono em que o dorminhoco está deitado de barriga para baixo e de lado, com os braços atirados sobre a cabeça e as pernas ligeiramente afastadas com os pés ligeiramente separados. É como se a pessoa estivesse a tentar abraçar a vastidão e assumir todo o espaço de sono.

“Imensidade” é a pose de dormir favorecida por pessoas asseadas, precisas, e responsáveis. Elas tentam proteger-se de todo o tipo de força maior e outras surpresas desagradáveis e pensam sempre em tudo até ao mais ínfimo pormenor.

As pessoas que dormem nesta posição têm uma necessidade aguda de regulação e controlo total não só da sua própria vida, mas também da vida dos seus entes queridos. Nunca se atrasam e odeiam quando as outras pessoas se atrasam. Se tal pessoa encontrar um obstáculo no seu modo de vida que suprima as suas necessidades dominantes, fará o seu melhor para que a realidade à sua volta se adapte plenamente ao seu mundo interior.

Os indivíduos que adormecem ou acordam na pose de “invasor” têm uma alma muito vulnerável, embora tentem de todas as formas escondê-la de estranhos. Eles não gostam de partilhar as suas experiências com estranhos ou pessoas desconhecidas, quase nunca falam sobre os problemas que estão a enfrentar neste momento, e não querem que ninguém tenha pena deles. É muito mais fácil para eles ouvir a pessoa com quem estão a falar do que abrir-se com eles.

Se começou recentemente a dar preferência a esta posição durante o sono, então isto indica que já se tornou ou muito em breve se tornará uma vítima de fadiga crónica. É necessário que mude o mais rapidamente possível a paragem e, pelo menos durante algum tempo, esqueça o trabalho, as tarefas domésticas, e os problemas domésticos. Tire férias e faça uma viagem, caso contrário a sua vida num futuro próximo tornar-se-á num filme a preto e branco, não causando emoções excepto irritação, apatia e raiva.

Pose #8: “Cegonha” ou “Triângulo”

A pose em que dorme pode dizer muito sobre si

A pose “cegonha” ou “triângulo” é uma posição de sono em que o dorminhoco se deita de lado com os braços acima da cabeça, e as pernas, uma direita e a outra dobrada no joelho e tocando na primeira, formam uma espécie de triângulo.

As pessoas que preferem esta posição de dormir querem sempre mais da vida do que já têm. Elas (sem poupar esforço, nervosismo e tempo) perseguem algo, e depois de o terem apanhado, primeiro regozijam-se, e depois sentem ainda mais agudamente a falta de algo mais valioso e importante.

Toda a sua vida é uma busca contínua da “ave da felicidade” e da boa sorte. Estas pessoas têm um elevado nível de autocrítica e perfeccionismo. Esquecem muitas vezes que não existe nada de perfeito no nosso mundo, por isso desistem de compromissos se surgirem quaisquer obstáculos ou dificuldades no seu caminho.

Um indivíduo que adormece ou acorda na pose de “cegonha” tem muitos conhecidos e amigos, mas poucos amigos. Tal pessoa tem conversas de coração para coração apenas com pessoas de confiança que merecem a sua confiança. Para todas as outras pessoas, tem um sentido agudo de desconfiança e não tem pressa em partilhar informações pessoais com elas.

Se só recentemente começou a dar preferência a esta pose para dormir, isso indica que não está a viver a vida com que sonhou. Deixou de desfrutar de cada momento, e a sua existência diária tornou-se uma rotina entediante e pesada. Acordamos de manhã a pensar que precisamos de reunir as nossas forças para passar outro dia. “Que comece a miséria!” – é o primeiro pensamento que lhe vem à cabeça pela manhã, logo que abre os olhos.

É tempo de sair da sua duvidosa zona de conforto e procurar o seu verdadeiro caminho na vida. Não tenha medo de experimentar e mudar o ritmo estabelecido, caso contrário não conseguirá alcançar os resultados necessários. Acredite em si próprio e na sua força. Tudo se resolverá por si!


No more posts
No more posts