Por que você sente um excesso de saliva e muco na garganta depois de dormir de manhã?

Descubra por que saliva e muco costumam se acumular na garganta antes de acordar de manhã. O artigo considera as possíveis causas desse fenômeno e oferece dicas sobre como elimin á-lo.

Algumas pessoas percebem que de manhã têm mais saliva e muco na garganta do que durante o dia. Esse fenômeno pode não ser apenas desagradável, mas também causar desconforto e dificuldade em engolir. Por que isso acontece?

Uma razão possível é a formação noturna de saliva e muco na garganta. Durante o sono, nossos corpos funcionam de maneira diferente e muitos processos, incluindo a produção de saliva e muco, podem aumentar. Isso pode ser devido a alterações na ventilação e umidade durante o sono, o que pode causar glândulas salivares e membranas mucosas mais ativas.

Causas de acumulação de saliva e muco na garganta pela manhã

A primeira causa é o acúmulo noturno da saliva. Durante o sono, nosso corpo continua a produzir saliva, mas devido à posição horizontal do corpo, ele não pode drenar normalmente e se acumula na garganta. Isso é especialmente comum em pessoas que sofrem de refluxo ácido ou outros problemas do sistema digestivo.

Uma segunda causa de acumulação de saliva e muco na garganta pode ser uma reação alérgica ao pó doméstico, pólen, mofo ou outros alérgenos. Nesse caso, o acúmulo de saliva e muco pode ser um dos sintomas das alergias.

Uma terceira causa pode estar respirando inadequada pela boca durante o sono. Ao respirar pela boca, o muco da nasofaringe pode fluir para baixo, acumuland o-se na garganta e causando um sentimento irregular ou muco.

Além disso, um acúmulo de saliva e muco na garganta pela manhã pode ser o resultado da inflamação do trato respiratório superior ou doença vascular, como sinusite ou rinite.

Vídeo sobre o assunto:

Rest e padrões irregulares de sono

Durante o sono, o corpo produz ativamente a saliva para hidratar a boca e impedir que as membranas mucosas sequem. Se você não dormir o suficiente ou tiver padrões irregulares de sono, seu corpo não tem tempo para produzir saliva suficiente, levando ao acúmulo de saliva na boca e aparecendo na manhã seguinte.

Para evitar o acúmulo de saliva e muco na garganta pela manhã, é aconselhável seguir um cronograma regular de sono e alocar tempo suficiente para descansar. Ajuste 7-9 horas de sono todas as noites e tente ir para a cama e acordar ao mesmo tempo todos os dias.

Efeitos da atmosfera noturna nas membranas mucosas

Durante a noite, quando dormimos, o corpo fica em estado de repouso. Durante esse período, nossa respiração fica mais lenta e os músculos da garganta e da língua relaxam. Isso faz com que saliva e muco comecem a se acumular na garganta.

A atmosfera noturna também pode afetar as membranas mucosas. Em primeiro lugar, o ar do nosso quarto pode estar seco, especialmente se tivermos o sistema de aquecimento ou o ar condicionado ligados. O ar seco pode causar irritação e ressecamento das mucosas, o que promove a formação de muco.

Em segundo lugar, o ar do nosso quarto pode conter vários alérgenos, como poeira, pólen, mofo e ácaros do pó doméstico. Quando inalamos estes alergénios, as nossas membranas mucosas reagem produzindo muco numa tentativa de nos proteger dos seus efeitos.

Para lidar com o acúmulo de saliva e muco na garganta pela manhã, as seguintes orientações são úteis:

  • Ligue o umidificador do quarto ou use dispositivos especiais de umidificação.
  • Ventile regularmente o ambiente para renovar o ar e eliminar os alérgenos.
  • Mantenha o quarto limpo tirando o pó e esfregando um pano úmido regularmente.
  • Evite o contato com alérgenos conhecidos, como pólen de plantas ou animais de estimação.
  • Beba bastante água ao longo do dia para manter as membranas mucosas hidratadas.

Observe que se o problema de acúmulo de saliva e muco na garganta se tornar crônico ou for acompanhado de outros sintomas como tosse, dificuldade para respirar ou dor de garganta, é importante consultar um médico para diagnóstico e tratamento adequado.

Aumento da produção de saliva durante o sono

O aumento da produção de saliva durante o sono pode ser causado por vários fatores. Primeiro, não controlamos a nossa glândula salivar durante o sono e ela pode continuar a produzir saliva em grandes quantidades. Além disso, respiramos pela boca durante o sono, o que pode causar boca seca e estimular a produção de saliva para hidratar as mucosas.

Respiração nasal perturbada

Quando a respiração nasal está prejudicada, na maioria das vezes devido à congestão nasal, a pessoa começa a respirar pela boca. Como resultado, o ar não tem tempo para aquecer e hidratar adequadamente, o que pode causar boca seca e acúmulo de muco na garganta.

Além disso, a respiração nasal prejudicada pode causar aumento da secreção de muco na nasofaringe. A nasofaringe é a cavidade que fica atrás das passagens nasais e conecta o nariz e a garganta. Quando o nariz está abafado, a membrana mucosa da nasofaringe pode ficar inflamada e começar a secretar mais muco.

Para melhorar a respiração nasal e reduzir o acúmulo de saliva e muco na garganta, é recomendável usar uma lavagem nasal especial, como solução salina ou ducha nasal. Também é útil ventilar a sala, hidratar o ar e evitar o contato com alérgenos que podem causar inchaço da mucosa nasal e respiração nasal prejudicada.

Doenças do trato respiratório superior

As doenças do trato respiratório superior mais comuns são rinite, faringite, laringite e sinusite. A rinite é uma inflamação da membrana mucosa do nariz, que geralmente é acompanhada por congestão nasal, nariz escorrendo e espirros. A faringite é uma inflamação da parte de trás da garganta que pode causar dor, desconforto e dificuldade de engolir. A laringite é uma inflamação das cordas vocais, o que pode levar a mudanças de voz e perda de voz. A sinusite é uma inflamação dos seios do nariz, que pode causar dores de cabeça, inchaço e congestão nasal.

Deposição de muco na garganta durante uma noite de descanso

O depoimento do muco na garganta durante uma noite de descanso pode ter várias causas. Primeiro, pode ser devido ao aumento da secreção de muco no trato respiratório. Segundo, pode ser causado pela desidratação do corpo que ocorre durante o sono. Quando dormimos, nosso corpo não recebe líquidos suficientes, o que pode fazer com que o muco engrosse e dependa na garganta.

Secagem constante das membranas mucosas durante o sono

Secagem constante das membranas mucosas durante o sono

Por que a saliva e o muco se acumulam na garganta pela manhã? Essa questão incomoda muitas pessoas, especialmente aquelas que enfrentam esse problema todas as manhãs. Uma das razões possíveis pode ser a secagem constante de membranas mucosas durante o sono.

Durante o sono, nosso corpo produz menos saliva do que quando estamos acordados. Isso se deve ao fato de falarmos e engolimos menos. Além disso, respiramos pelo nariz durante o sono, o que também pode contribuir para a redução da produção de saliva. Como resultado, as membranas mucosas na garganta e na boca podem secar e causar desconforto.

A secagem de membranas mucosas durante o sono pode ser causada por uma variedade de fatores como:

  • Ar seco no quarto. Se o ar na sala estiver muito seco, pode fazer com que as membranas mucosas sequem.
  • Exposição prolongada a espaços fechados. Se você gasta a maior parte do tempo em ambientes fechados, as chances de secar suas membranas mucosas aumentam.
  • Consumindo pequenas quantidades de água ao longo do dia. Não beber o suficiente pode fazer com que seu corpo fique desidratado e seque suas membranas mucosas.
  • Nariz escorrendo ou reação alérgica. A inflamação das membranas mucosas causadas por um nariz ou alergias também pode fazer com que sequem.

Para impedir que as membranas mucosas sequem durante o sono, é recomendável::

  1. Mantenha um nível ideal de umidade no quarto. Para fazer isso, você pode usar um umidificador ou simplesmente colocar um recipiente de água na sala.
  2. Beba água suficiente ao longo do dia. Recomend a-se beber cerca de 8 copos de água por dia.
  3. Ventile a sala antes de ir para a cama. Isso ajudará a fornecer ar fresco e melhorar a qualidade do ar.
  4. Evite ambientes muito secos e empoeirados. Umidificadores e purificadores de ar podem ser usados, se necessário.

Se o problema das membranas mucosas que secam durante o sono persistir, você deve consultar um médico para diagnosticar e determinar a causa. O médico poderá prescrever tratamento adequado ou recomendar medidas adicionais para melhorar a condição das membranas mucosas.

Posição inadequada da cabeça durante o sono

O posicionamento inadequado da cabeça durante o sono < pan> acúmulo de saliva e muco na garganta pode ser um sintoma de doenças como nariz escorrendo, sinusite, faringite, sinusite maxilar, dor de garganta, bronquite ou até asma.

O posicionamento inadequado da cabeça durante o sono pode ser uma das razões para o acúmulo de saliva e muco na garganta pela manhã. Quando dormimos, não podemos posicionar nossa cabeça corretamente, o que faz com que as vias aéreas fiquem obstruídas e impedissem a circulação de ar adequada durante o sono.

Se a cabeça estiver muito alta ou muito baixa, pode fazer com que as vias aéreas estreitassem e obstruam a ventilação pulmonar normal. Como resultado, o corpo começa a compensar a falta de oxigênio, aumentando a produção de saliva e muco na garganta.

Para evitar esse problema, é recomendável escolher a altura certa do travesseiro para dormir. O travesseiro deve apoiar a cabeça e o pescoço em uma posição natural, garantindo a respiração ideal durante o sono.

Você também deve prestar atenção à sua postura para dormir. A posição na parte de trás com um travesseiro sob a cabeça e o pescoço é a mais recomendada para manter a circulação normal do ar e impedir o acúmulo de saliva e muco na garganta.

Efeito do tabagismo na produção de saliva e muco

Quando um fumante inala fumaça contendo vários compostos químicos, eles entram no corpo através da boca e do trato respiratório. Essas substâncias irritam a membrana mucosa da garganta e causam inflamação. Em resposta à irritação, o corpo inicia um aumento da secreção de saliva e muco para proteger a membrana mucosa.

  • A saliva desempenha um papel importante no corpo, ajudando na digestão e hidratando a cavidade oral. O tabagismo tem um efeito negativo nas glândulas salivares, resultando em uma diminuição no volume e na qualidade da saliva secretada. Isso pode levar à boca seca e à digestão prejudicada.
  • O efeito das toxinas na membrana mucosa da garganta leva à sua inflamação e inchaço. Em resposta à inflamação, o corpo inicia um aumento da secreção de muco, que serve como uma barreira protetora e ajuda a remover substâncias nocivas.
  • O tabagismo também reduz o sistema imunológico, o que torna o corpo mais vulnerável a infecções e inflamação. Isso pode levar a uma produção de ainda mais saliva e muco, enquanto o corpo tenta combater a infecção e limpar a garganta.

A constante reação alérgica do corpo a irritantes

Uma reação alérgica pode ser causada por uma variedade de alérgenos, incluindo pólen de plantas, poeira, pólen da casa e certos alimentos e medicamentos. Quando um alérgeno entra no corpo, o sistema imunológico começa a produzir anticorpos para combat ê-lo. Isso leva à liberação de histamina e outros produtos químicos que causam inflamação e irritação das membranas mucosas da garganta.

Os sintomas de uma reação alérgica podem incluir coceira e olhos vermelhos, nariz escorrendo, espirros, dificuldade em respirar, tosse e descarga nasal mucopurulenta. No entanto, um dos sintomas mais comuns de alergias é o acúmulo de saliva e muco na garganta, especialmente depois de dormir à noite.

Isso ocorre porque durante o sono, as micropartículas de alérgenos podem entrar no trato respiratório e causar inflamação das membranas mucosas da garganta. Sob a influência da reação alérgica, a membrana mucosa começa a produzir mais muco para se proteger do alérgeno. Ao acordar, uma pessoa geralmente sente um acúmulo de saliva e muco na garganta.

Transtorno de engolir durante o sono

Durante o sono, nosso corpo entra em um estado de repouso, incluindo os músculos da faringe e da língua. Isso pode levar a distúrbios da deglutição, pois os músculos responsáveis por esse processo não estão funcionando totalmente.

Como resultado do controle inadequado dos músculos da garganta, muco e saliva podem se acumular na garganta. Isso pode causar desconforto e fazer com que você acorde durante o sono. Também pode ser um dos sintomas de certas condições relacionadas à deglutição, como a apnéia do sono.

Efeitos colaterais de tomar certos medicamentos

Tomar certos medicamentos pode causar vários efeitos colaterais, incluindo acúmulo de saliva e muco na garganta. Isto pode ser devido à ação dos princípios ativos na membrana mucosa da garganta ou à diminuição da produção de saliva.

Um grupo de medicamentos que podem causar esses efeitos colaterais são os medicamentos antissecretores usados para reduzir a acidez do suco gástrico. Esses medicamentos podem afetar a produção de saliva, causando acúmulo de saliva na boca e na garganta. O uso desses medicamentos também pode ser acompanhado de diminuição da produção de saliva, o que pode causar sensação de secura na boca e na garganta.

  • Medicamentos contendo substâncias anticolinérgicas, como atropina e escopolamina, também podem causar acúmulo de saliva e muco na garganta. Essas substâncias bloqueiam a ação da acetilcolina, neurotransmissor responsável por estimular a secreção de saliva.
  • Alguns anti-histamínicos usados para tratar reações alérgicas podem causar diminuição da salivação e acúmulo de muco na garganta. Isto é devido às propriedades anticolinérgicas dessas drogas.

Se sentir esses efeitos colaterais ao tomar medicamentos, é recomendável consultar o seu médico. Ele poderá avaliar a situação e, se necessário, selecionar medicamentos alternativos ou ajustar a dosagem.

Perguntas e respostas:

Por que a saliva e o muco se acumulam na garganta pela manhã?

A saliva e o muco se acumulam na garganta pela manhã porque durante o sono a secreção de saliva e muco é um pouco mais lenta, o que leva ao seu acúmulo.

Qual pode ser a causa do acúmulo de saliva e muco na garganta?

O acúmulo de saliva e muco na garganta pode ser causado por fatores como doenças do trato respiratório superior, reações alérgicas, infecções ou simplesmente não beber o suficiente antes de dormir.

Como se livrar do acúmulo de saliva e muco na garganta pela manhã?

Para se livrar do acúmulo de saliva e muco na garganta pela manhã, você pode beber um copo de água morna antes de dormir, hidratar o ar do quarto, usar gotas nasais ou sprays e enxaguar o nariz e a garganta comsolução salina.

Quais doenças podem ser acompanhadas de acúmulo de saliva e muco na garganta?

O acúmulo de saliva e muco na garganta pode ser um sintoma de doenças como coriza, sinusite, faringite, sinusite maxilar, dor de garganta, bronquite ou até asma.

O acúmulo de saliva e muco na garganta deve incomodar uma pessoa?

O acúmulo de saliva e muco na garganta geralmente não é um problema sério, mas se incomoda uma pessoa ou é acompanhada por outros sintomas, como tosse, dificuldade em respirar ou dor de garganta, é recomendável consultar um médico para diagnóstico e tratamento.