Diskinesia intestinal: sintomas, causas e tratamento

A discinesia intestinal é um distúrbio do trato gastrointestinal, que é acompanhado por uma violação da motilidade intestinal. Aprenda sobre as causas de desenvolvimento, sintomas e métodos de tratamento desta doença em nosso site.

A discinesia intestinal é um distúrbio associado à incapacidade do intestino de contrair adequadamente ou inversamente contratar excessivamente, o que leva a problemas com digestão e excreção de resíduos. Esse distúrbio pode se manifestar em graus variados de gravidade e pode prejudicar significativamente a vida daqueles que a experimentam.

Os sintomas da discinesia intestinal podem variar e podem incluir dor abdominal, diarréia, constipação, náusea, vômito e outros problemas gastrointestinais. Aqueles que correm o maior risco de desenvolver esse distúrbio são aqueles que sofrem de doenças GI crônicas, como úlcera péptica, colite etc.

O tratamento para discinesia intestinal depende das causas do distúrbio. Além disso, o tratamento pode incluir mudanças na dieta e no estilo de vida, o uso de medicamentos para melhorar a digestão e aliviar os sintomas, o uso de fisioterapia, massagem e outros métodos.

Recomendamos que todos que sofrem de problemas gastrointestinais consultam um médico para estabelecer um diagnóstico e prescrever o tratamento mais eficaz.

Contents
  1. Diskinesia intestinal: conceito e classificação
  2. O que é discinesia intestinal?
  3. Classificação da discinesia intestinal
  4. Vídeo sobre o tópico:
  5. Principais sintomas da discinesia intestinal
  6. Desafios no diagnóstico de discinesia intestinal
  7. Causas da discinesia intestinal
  8. Fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da discinesia intestinal
  9. O impacto dos fatores de saúde mental na discinesia intestinal
  10. Tipos de discinesia intestinal
  11. Como a discinesia intestinal é diagnosticada?
  12. Princípios básicos de tratamento da discinesia intestinal
  13. Tratamento da discinesia intestinal com medicamentos
  14. Características do tratamento da discinesia intestinal em crianças
  15. Dieta para melhorar os sintomas da discinesia intestinal
  16. O que deve ser excluído da dieta?
  17. O que deve ser incluído na dieta?
  18. Como melhorar a nutrição?
  19. Métodos fisioterapêuticos de tratamento da discinesia intestinal
  20. Métodos alternativos de tratamento para discinesia intestinal
  21. Acupuntura
  22. Hipnoterapia
  23. Remédios herbais
  24. Prevenção da discinesia intestinal
  25. Melhorando a qualidade de vida com discinesia intestinal
  26. Em que casos é necessário buscar ajuda médica?
  27. Q & amp; A:
  28. Quais sintomas acompanham a discinesia intestinal?
  29. Como sei se tenho discinesia intestinal?
  30. Quais causas podem causar discinesia intestinal?
  31. A discinesia intestinal pode ser tratada?
  32. As mulheres grávidas podem enfrentar a discinesia intestinal?
  33. Quais medicamentos podem ajudar com a discinesia intestinal?
  34. Que elogios podem ocorrer na discinesia intestinal?
  35. Quais produtos devem ser excluídos da dieta na discinesia intestinal?

Diskinesia intestinal: conceito e classificação

O que é discinesia intestinal?

O que é discinesia intestinal?

A discinesia intestinal é um distúrbio associado à atividade motora prejudicada do intestino, que se manifesta na forma de dor e desconforto no abdômen, náusea, constipação ou diarréia. Esse complexo de sintomas não é uma doença independente, mas um distúrbio funcional, ou seja, uma violação das funções do corpo que não está associada a danos nos tecidos e nos órgãos.

Como você se sente sobre o vegetarianismo?
Positivo
Negativo
Neutro

Classificação da discinesia intestinal

Existem duas formas de discinesia intestinal: hipercinética e hipocinética. A forma hipercinética está associada ao aumento da atividade motora do intestino, o que leva a contrações necessárias para o avanço das massas alimentares. A forma hipocinética, pelo contrário, está associada à atividade motora enfraquecida, o que leva a um movimento mais lento do conteúdo intestinal e à constipação.

Além disso, a discinesia intestinal é classificada, dependendo da localização dos órgãos no abdômen. Assim, a discinesia da vesícula biliar e do trato biliar é acompanhada pelos sintomas gerais da discinesia intestinal, mas tem suas manifestações específicas.

Vídeo sobre o tópico:

Principais sintomas da discinesia intestinal

Os principais sintomas da discinesia intestinal

A discinesia intestinal é um distúrbio de contração da musculatura intestinal. Pode se manifestar com uma variedade de sintomas, incluindo:

  • Dor abdominal ou desconforto que pode melhorar após a defecação
  • Flutuação frequente entre constipação e diarréia
  • Dor durante a defecação
  • Sentimento de um ato incompleto de defecação
  • Bloqueio do intestino

No entanto, os sintomas da discinesia intestinal podem variar de pessoa para pessoa e podem ocorrer em momentos diferentes. É por isso que é importante consultar um médico para um diagnóstico e tratamento precisos.

Desafios no diagnóstico de discinesia intestinal

A discinesia intestinal é um distúrbio funcional que se manifesta na forma de peristaltismo não acelerada ou acelerada, que leva à interrupção da árvore do duto biliar.

Um dos principais problemas com o diagnóstico de discinesia intestinal é a falta de sintomas pronunciados que podem indicar a presença da doença. Os pacientes podem reclamar de sintomas inespecíficos, como forças de estômago, dispepsia e outros que também podem estar associados a outras patologias glandulares.

Outro problema é a falta de uma metodologia uniforme para diagnosticar a discinesia intestinal. Uma variedade de métodos de exame é usada para estabelecer um diagnóstico preciso, incluindo exame físico, exame de sangue oculto nas fecais, gastroscopia, ultrassom e tomografia computadorizada.

No entanto, apesar de todos esses métodos, o diagnóstico de discinesia intestinal pode ser um procedimento complexo e demorado, o que pode levar a uma interrupção no momento do início do tratamento e afetar negativamente o efeito terapêutico.

Portanto, para um diagnóstico bem-sucedido de discinesia intestinal, é obrigatório entrar em contato com um médico-gastroenterologista, que conduzirá um exame abrangente e estabelecerá um diagnóstico preciso.

Causas da discinesia intestinal

Causas da discinesia intestinal

A discinesia intestinal pode ser causada por vários fatores, como:

  1. Transtorno da motilidade intestinal. Se as paredes musculares do intestino não se contrairem ou se contraem muito fracamente ou com muita força, isso pode levar à discinesia.
  2. Sistema nervoso. A função intestinal normal depende das centenas de milhões de células nervosas que estão nas paredes intestinais. Se o sistema nervoso não estiver funcionando corretamente, pode levar à discinesia.
  3. Fatores psicológicos. Estresse grave, depressão, ansiedade e outros problemas psicológicos também podem causar discinesia intestinal.
  4. Doença do refluxo esofágico. Se o trato gastrointestinal não estiver funcionando corretamente, o líquido ácido do estômago poderá entrar no intestino e causar discinesia.
  5. Dieta inadequada. O consumo excessivo de alimentos gordurosos, picantes e enlatados, álcool e café também pode causar discinesia intestinal.

É importante lembrar que a discinesia intestinal pode ocorrer de várias causas ao mesmo tempo e geralmente requer uma abordagem abrangente do tratamento.

Fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da discinesia intestinal

A discinesia intestinal é um distúrbio na coordenação da parede intestinal e nos músculos responsáveis pela movimentação de massas alimentares. Vários fatores podem causar esse distúrbio.

Nutrição: A dieta imprópria é uma das principais causas da discinesia intestinal. Transições abruptas para dietas com poucas fibras, falta de água, carinho por alimentos gordurosos e fritos e consumo excessivo de doces podem forçar o intestino a trabalhar em condições extremas e provocar o desenvolvimento da doença.

Estresse: a tensão nervosa prolongada e a fadiga física podem causar discinesia intestinal.

Alterações hormonais: muitas vezes a discinesia intestinal se desenvolve durante a menopausa em mulheres, bem como em pessoas com hipotireoidismo. As alterações hormonais afetam o funcionamento do intestino e, como conseqüência, podem causar discinesia intestinal.

Hereditariedade: a hereditariedade é outro fator de risco para o desenvolvimento da discinesia intestinal. No entanto, de acordo com os médicos, o fator genético contribui menos de 15% da probabilidade de desenvolver a doença.

Problemas do sistema digestivo: doenças estomacais e intestinais crônicas, como úlceras estomacais ou úlceras duodenais, podem causar discinesia intestinal.

Embora muitos fatores de risco para a discinesia intestinal possam ser difíceis de remover, é importante reconhecer seu impacto na saúde e tomar medidas para reduzir seu impacto. Medidas preventivas, como comer uma dieta saudável, exercícios regulares e gerenciamento de estresse, podem ajudar a melhorar a função intestinal e reduzir a probabilidade de desenvolver discinesia intestinal.

O impacto dos fatores de saúde mental na discinesia intestinal

A discinesia intestinal é um distúrbio do peristaltismo intestinal que pode se manifestar como constipação, diarréia, dor abdominal e outros sintomas desagradáveis. Um dos fatores que podem influenciar o desenvolvimento da discinesia intestinal são os fatores mentais.

O estresse é uma das principais causas da discinesia intestinal. Em muitas pessoas, os distúrbios do peristaltismo intestinal ocorrem com estresse emocional. Isso pode ser causado por situações estressantes episódicas ou por estresse crônico. Por exemplo, estresse no trabalho, problemas familiares, dificuldades financeiras e outros problemas podem levar ao desenvolvimento da discinesia intestinal.

A depressão é outro fator mental que pode ter um impacto na discinesia intestinal. Uma das principais causas da depressão é um desequilíbrio de neurotransmissores no cérebro. Esses mesmos neurotransmissores também controlam o peristaltismo intestinal, para que a depressão possa causar uma variedade de distúrbios gastrointestinais, incluindo discinesia intestinal.

Sistema nervoso – O sistema nervoso desempenha um papel importante na regulação do trato gastrointestinal. Quando uma pessoa está sob grave estresse emocional, ela pode experimentar cólicas, aumento do peristaltismo e outros distúrbios intestinais. Isso pode levar ao desenvolvimento da discinesia intestinal.

Conclusão: Fatores mentais podem influenciar o desenvolvimento da discinesia intestinal. Para prevenir e reduzir esse risco, você precisa minimizar situações estressantes, lidar com a depressão, observar sua dieta e estilo de vida saudável.

Tipos de discinesia intestinal

A discinesia intestinal é um distúrbio que pode ocorrer devido a problemas com a motilidade intestinal. Existem vários tipos de discinesia intestinal:

  • Diskinesia hipercinética – caracterizada por aumento da atividade intestinal, que pode levar à diarréia e à defecação frequente.
  • Diskinesia hipocinética – resulta da diminuição da atividade intestinal, o que pode levar à constipação e espasmos.
  • Diskinesia mista – uma combinação de hipercinesia e hipocinese que se manifesta em diferentes sintomas.

A discinesia intestinal pode ser a causa de muitos sentimentos desconfortáveis, como dor abdominal, náusea e inchaço abdominal. Existem muitos tratamentos para a discinesia intestinal, desde mudanças alimentares a medicamentos, dependendo do tipo de discinesia.

Como a discinesia intestinal é diagnosticada?

A discinesia intestinal é um distúrbio que pode ser causado por diferentes fatores; portanto, métodos diferentes podem ser usados para diagnosticar. Primeiro de tudo, o médico conduz uma coleção de anamnese, identificando as queixas do paciente. Em seguida, são realizados exames de laboratório e instrumental para confirmar a presença de discinesia intestinal e identificar sua forma.

Um dos métodos de diagnóstico laboratorial é a análise das fezes para sangue e disbacteriose ocultos. Métodos instrumentais, como gastroscopia e colonoscopia, permitem observar a condição da mucosa intestinal e determinar a possível presença de infiltrados ou tumores. A tomografia computadorizada e o ultrassom abdominal também podem ser usados para diagnosticar a discinesia intestinal.

Para determinar o tipo de discinesia intestinal, é necessário realizar manometria – medindo a pressão e a velocidade da contração das camadas musculares do intestino. Esse método permite identificar distúrbios funcionais do intestino e, com a ajuda da colonoscopia, pode aprender sobre o estado do intestino e seu comprimento.

Princípios básicos de tratamento da discinesia intestinal

A discinesia intestinal é um distúrbio da motilidade intestinal, que pode levar a constipação crônica ou diarréia, distúrbios digestivos e outros problemas. No entanto, esse problema pode ser tratado com sucesso se os métodos certos forem usados.

Os principais princípios do tratamento são:

  • Nutrição: Os alimentos ricos em fibras devem ser uma prioridade ao tratar a discinesia intestinal. Grandes quantidades de frutas, vegetais, verduras e produtos de grãos integrais devem ser consumidos diariamente.
  • ECOLOGIA: É importante evitar situações estressantes e eliminar toxinas do corpo, que pode ser a principal causa da discinesia intestinal. É necessário aumentar a ingestão de água e geralmente é de 2-2, 5 litros por dia.
  • Tratamento: Dependendo dos sintomas, progressão da doença e presença de fatores associados, a discinesia intestinal pode ser tratada com medicamentos e remédios naturais. É importante consultar um médico.

Vale a pena notar que, ao tratar a discinesia intestinal, você não deve esquecer medidas preventivas, como atividade física regular e evitar o tabagismo e o consumo de álcool. Nesse caso, você pode reduzir significativamente o risco de estase intestinal e outros problemas digestivos.

Tratamento da discinesia intestinal com medicamentos

A discinesia intestinal é um distúrbio que pode levar à dor abdominal, constipação ou diarréia. O tratamento geralmente visa aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Os medicamentos são uma das maneiras mais comuns de tratar a discinesia intestinal.

Existem vários grupos de medicamentos que podem ser usados para tratar a discinesia intestinal. Isso inclui probióticos, antibióticos, antiespasmódicos e medicamentos que melhoram a motilidade intestinal. O medicamento específico dependerá da causa da condição e dos sintomas que o paciente está enfrentando.

Os probióticos são bactérias vivas que podem ajudar a melhorar o equilíbrio da flora microbiana no trato gastrointestinal. Isso pode reduzir a inflamação e melhorar os sintomas, como diarréia e constipação. Os antibióticos podem ser usados para tratar infecções bacterianas que podem causar discinesia intestinal.

Os antiespasmódicos são medicamentos que podem ajudar a relaxar as contrações no trato intestinal, o que pode reduzir a dor e melhorar os sintomas da discinesia intestinal. Outros medicamentos, como medicamentos que melhoram a motilidade intestinal, podem ajudar a acelerar o movimento dos alimentos através do trato, reduzir a constipação e melhorar a função intestinal.

Os medicamentos devem ser prescritos por um médico e tomados estritamente como prescritos e dosados. Alguns medicamentos podem ter efeitos colaterais como náusea, tontura e sonolência. Os pacientes devem discutir todos os seus medicamentos atuais e possíveis alergias ou reações adversas antes de iniciar novos medicamentos.

Características do tratamento da discinesia intestinal em crianças

A discinesia intestinal é um distúrbio que pode ocorrer em adultos e crianças. No entanto, o tratamento desta doença em crianças tem suas próprias peculiaridades.

Antes de iniciar o tratamento, é necessário descobrir a causa da discinesia. Nas crianças, pode se desenvolver devido a distúrbios alimentares, estresse ou doença da vesícula biliar.

Uma das principais maneiras de tratar a discinesia intestinal em crianças é ajustar a dieta. É necessário aumentar o consumo de água, vegetais e frutas, bem como excluir alimentos gordurosos e pesados.

Além disso, é recomendável se envolver em atividade física e remover da dieta que causa formação de gás. Além disso, os medicamentos prescritos por um médico podem ser usados.

Geralmente, o tratamento da discinesia intestinal em crianças é um processo longo e requer uma supervisão rigorosa de adultos. No entanto, o tratamento oportuno iniciado permite lidar efetivamente com esta doença e melhora a qualidade de vida da criança.

Dieta para melhorar os sintomas da discinesia intestinal

O que deve ser excluído da dieta?

Na discinesia intestinal, recomend a-se excluir dos alimentos dietéticos que podem causar ou agravar sintomas, como:

  • refeições gordurosas e pesadas;
  • Condimentos quentes e picantes;
  • álcool e bebidas carbonatadas;
  • Fast food e alimentos enlatados;
  • café e chocolate.

A eliminação desses alimentos da sua dieta pode ajudar a reduzir o desconforto abdominal e diminuir a frequência dos sintomas da discinesia intestinal.

O que deve ser incluído na dieta?

Alimentos úteis para discinesia intestinal podem incluir:

  • vegetais macios, como abobrinha, cenoura, batata;
  • carne e peixe sem gordura;
  • produtos lácteos com baixo teor de gordura;
  • produtos lácteos fermentados, como iogurte e kefir;
  • pães e cereais integrais.

A incorporação desses alimentos em sua dieta pode ajudar a melhorar a digestão e a saúde do corpo em geral na discinesia intestinal.

Como melhorar a nutrição?

Para melhorar a nutrição na discinesia intestinal, é recomendável seguir algumas regras simples:

  • É necessário comer devagar e mascar alimentos cuidadosamente.
  • O regime alimentar deve ser sistemático e regular.
  • Pequenas mudanças na dieta devem ser introduzidas gradualmente, com uma avaliação da reação do corpo.
  • Você pode comer pequenas porções de comida, mas com mais frequência.
  • Fluidos suficientes devem ser incluídos na dieta.

Seguir essas regras simples pode ajudar a melhorar a condição da discinesia intestinal e reduzir o risco de sintomas.

Métodos fisioterapêuticos de tratamento da discinesia intestinal

A fisioterapia é um dos métodos efetivos de tratamento da discinesia intestinal. Basei a-se no uso de efeitos físicos que ajudam a fortalecer os músculos intestinais e melhorar sua função contrátil.

Alguns dos métodos mais comuns de fisioterapia incluem: magnetoterapia, terapia por ultrassom, fonoforese, galvanização, terapia a laser e simuladores intestinais. Diferentes tipos de métodos fisioterapêuticos podem ser usados em um complexo e independentemente um do outro.

Por exemplo, a magnetoterapia é realizada com a ajuda de ímãs especiais que criam campos magnéticos de baixa frequência. Isso permite que você melhore a circulação sanguínea e o metabolismo no corpo, além de aumentar o tom dos músculos intestinais.

A terapia com ultrassom visa melhorar a função contrátil do intestino e reduzir a dor. A fonoforese, por outro lado, é baseada no uso de ultrassom, o que melhora a penetração dos medicamentos nos tecidos.

A galvanização é usada para melhorar o tônus muscular e reduzir a dor intestinal. A terapia a laser, por sua vez, melhora a circulação sanguínea e o metabolismo no corpo, além de aumentar o tom dos músculos intestinais.

Os treinadores intestinais são necessários para fortalecer os músculos intestinais e restaurar sua função contrátil. Eles podem ser usados como um método de tratamento independente ou em combinação com outros métodos de fisioterapia.

Métodos alternativos de tratamento para discinesia intestinal

Acupuntura

A acupuntura é um método de tratamento conhecido desde os tempos da medicina chinesa antiga. É baseado no uso de agulhas para atingir pontos específicos no corpo que estão conectados a órgãos e sistemas dentro do corpo. A acupuntura pode melhorar a circulação e o tônus gastrointestinal, o que pode ajudar a reduzir os sintomas da discinesia intestinal.

Hipnoterapia

A hipnoterapia é um método de tratamento que usa hipnose para alterar processos psicológicos e fisiológicos no corpo. A hipnoterapia pode ajudar a relaxar os músculos intestinais e reduzir a dor associada à discinesia intestinal.

Remédios herbais

As ervas podem ser usadas como um tratamento alternativo para a discinesia intestinal. Algumas ervas, como Melissa e Chamomile, podem ajudar a aliviar os espasmos intestinais e reduzir as sensações dolorosas. No entanto, antes de usar remédios à base de plantas, é importante consultar seu médico para evitar efeitos colaterais indesejados.

Prevenção da discinesia intestinal

A discinesia intestinal pode ser evitada através de dieta e estilo de vida adequados. As principais recomendações incluem o consumo regular de alimentos em pequenas porções espalhadas ao longo do dia, consumo moderado de alimentos gordurosos e fritos, limitando o consumo de alimentos que podem causar gás (legumes, repolho, cogumelos, etc.) e expandir a dieta com carne, peixe, frutas e legumes.

Também é recomendável levar um estilo de vida ativo, exercita r-se regularmente e passar um tempo ao ar livre. Além disso, é necessário controlar os níveis de estresse, pois o estresse pode piorar significativamente a função intestinal.

Se houver pequenos sintomas de discinesia intestinal, você deve consultar imediatamente um médico. Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, serão mais rápidos e eficazes seus efeitos.

  • Tente consumir alimentos em pequenas porções
  • Limitar o consumo de alimentos que podem causar formação de gás
  • Expanda sua dieta para incluir carne, peixe, frutas e vegetais.
  • Ser ativo
  • Controle o estresse

Melhorando a qualidade de vida com discinesia intestinal

A discinesia intestinal é um distúrbio que afeta negativamente a qualidade de vida do paciente. Existem várias maneiras que podem ajudar a melhorar a vida com essa condição.

  • Observe sua dieta. Uma dieta adequada ajudará a reduzir os sintomas da discinesia intestinal. Alimentos ricos em fibras e vitaminas devem ser consumidos, e os alimentos gordurosos, picantes e doces devem ser evitados.
  • Aumente a quantidade de exercício. O envolvimento na atividade física na discinesia intestinal ajudará a melhorar a função intestinal, além de reduzir o estresse e a ansiedade.
  • Siga o regime do sono. Com a discinesia intestinal, é necessário fornecer sono e descanso suficientes, pois a fadiga contribui para a deterioração da saúde.
  • Evite situações estressantes. O estresse mental pode piorar os sintomas da discinesia intestinal. Portanto, é importante evitar situações estressantes e utilizar técnicas de relaxamento.
  • Controle seu peso. Quando você tem discinesia intestinal, é importante controlar seu peso, porque estar acima do peso pode piorar sua saúde e também afetar o funcionamento do intestino.

Em conclusão, a discinesia intestinal é um distúrbio que prejudica muito a qualidade de vida. No entanto, com dieta adequada, nutrição, exercício e controle de peso, você pode melhorar significativamente seu bem-estar e reduzir os sintomas dessa condição.

Em que casos é necessário buscar ajuda médica?

A discinesia intestinal pode causar muitos sintomas desagradáveis, como dor abdominal, constipação, diarréia, náusea e vômito. Esses sintomas podem ser normais para algumas pessoas, mas se elas se tornarem excessivas e interferirem na vida cotidiana, você deve procurar atendimento médico.

Se você notar sintomas persistentes ou regulares da discinesia intestinal, vale a pena consultar um médico para diagnóstico e tratamento profissional. Isso é especialmente importante se você tiver sintomas de outras condições, como úlcera péptica ou síndrome do intestino irritável.

Alguns sintomas associados à discinesia intestinal também podem ser um sinal de condições mais graves, como câncer de intestino ou úlcera péptica. Portanto, se você encontrar sangue em suas fezes ou uma reivindicação de derramamento constante e azia, deve procurar atendimento médico imediatamente.

Por fim, se você perceber que seus sintomas estão piorando ao tomar certos medicamentos, entre em contato com o seu médico para um ajuste da dose ou alteração de medicamentos.

Q & amp; A:

Quais sintomas acompanham a discinesia intestinal?

Os principais sintomas da discinesia intestinal são dor e desconforto abdominais, constipação ou diarréia, azia, náusea e vômito e micção rápida.

Como sei se tenho discinesia intestinal?

Para determinar a discinesia intestinal, é necessário consultar um gastroenterologista e passar por vários exames, como colonoscopia, ultrassom dos órgãos abdominais, um teste para intolerância à lactose e outros.

Quais causas podem causar discinesia intestinal?

A discinesia intestinal pode ser causada por fatores físicos ou psicológicos, como estresse, nutrição inadequada, violação do sono e bioritmo de vigília, presença de infecções e reações alérgicas, hereditariedade etc.

A discinesia intestinal pode ser tratada?

A discinesia intestinal é tratada de forma abrangente, com o envolvimento de especialistas em várias direções. Dieta, medicamentos, fisioterapia, psicoterapia etc. são prescritos. Também é importante fazer mudanças no estilo de vida para evitar o estresse, comer direito, exercita r-se regularmente etc.

As mulheres grávidas podem enfrentar a discinesia intestinal?

Sim, mulheres grávidas, como outras pessoas, podem experimentar discinesia intestinal. Nesse caso, é necessário abordar o tratamento com cuidados especiais, levando em consideração a condição do corpo e possíveis restrições no uso de medicamentos.

Quais medicamentos podem ajudar com a discinesia intestinal?

Vários medicamentos como simeticona, metoclopramida, drotaverina, tri- e bifosfatos, anti-sépticos etc. podem ser prescritos para discinesia intestinal. A escolha dos medicamentos depende dos sintomas e características da doença.

Que elogios podem ocorrer na discinesia intestinal?

Várias complicações podem ocorrer com discinesia intestinal, como o desenvolvimento de doença por úlcera, obstrução intestinal, sangramento, perfuração intestinal etc. Portanto, é importante consultar oportunos especialistas nos primeiros sintomas da doença.

Quais produtos devem ser excluídos da dieta na discinesia intestinal?

Na discinesia intestinal, é recomendável excluir os alimentos dietéticos que contêm grandes quantidades de gordura, açúcar e álcool, além de pratos picantes e fritos, alimentos ricos em fibras (Kubana, beterraba, toranja, nozes), etc. Em vez disso, você, em vez disso, vocêdeve consumir alimentos leves, fluidos e ricos em fibras, como frutas, vegetais, mingau de trigo sarraceno, produtos lácteos fermentados, etc.