Dieta número 7 em pielonefrite: como ajudar os rins sem prejudicar o corpo

A dieta número 7 é a dieta recomendada para a pielonefrite da doença renal. O artigo contém uma lista de produtos que devem ser excluídos da dieta, bem como dicas sobre como fazer um menu para melhorar a função renal e a condição geral do paciente.

A pielonefrite é uma das doenças mais comuns do trato urinário. É caracterizada pela inflamação dos rins e do trato urinário, causado por infecção bacteriana. Nesta doença, é prescrito não apenas medicamentos, mas também uma dieta especial.

A dieta nº 7 é um tipo de sistema alimentar, usado na medicina no século XIX para o tratamento da doença renal. Inclui a restrição de carboidratos e proteínas, além de aumentar a quantidade de líquido consumido pelo paciente. Esta dieta tem um efeito diurético, ajuda a reduzir o inchaço e reduzir a carga nos rins.

Neste artigo, consideraremos o menu e as recomendações para a dieta número 7 com pielonefrite. Também aprenderemos quais produtos devem ser excluídos da dieta e quais pelo contrário aumentam. Tudo isso ajudará os pacientes a lidar com a doença e acelerar o processo de recuperação.

Contents
  1. O que é pielonefrite e por que uma dieta é necessária
  2. Princípios da dieta número 7 com pielonefrite
  3. Reduzindo a carga nos rins
  4. Combinação racional de produtos
  5. Evitação completa de álcool e fumo
  6. Refeições frequentes e pequenas
  7. Adesão a um regime de bebida
  8. Os principais produtos que podem ser consumidos com a dieta número 7
  9. O que não deve ser incluído na dieta ao seguir a dieta número 7?
  10. Produtos que não são recomendados para a dieta número 7
  11. Menu aproximado para uma semana na dieta número 7
  12. Segunda-feira
  13. Terça-feira
  14. Quarta-feira
  15. Quinta-feira
  16. Sexta-feira
  17. Sábado
  18. Domingo
  19. Receitas de pratos correspondentes à dieta número 7
  20. Dicas para escolher alimentos na dieta número 7
  21. Que bebidas podem ser consumidas na dieta número 7 em pielonefrite
  22. Produtos excluídos da dieta número 7 para pielonefrite
  23. Comida enlatada
  24. Pratos picantes e gordurosos
  25. Álcool e bebidas fortes
  26. Café e chá
  27. Doces
  28. Laticínios com alto teor de gordura
  29. Nutrição na exacerbação da pielonefrite: o que considerar
  30. Limitando a ingestão de proteínas
  31. Evitando o uso de temperos e especiarias
  32. Substituindo chá e café por decocções de ervas
  33. Reduzindo a ingestão de gordura e carboidratos
  34. Recomendações alimentares para aliviar os sintomas da pielonefrite
  35. Nutrição em remissão de pielonefrite: o que considerar
  36. Observância do regime de bebida
  37. Restrições alimentares
  38. Nutrição com deficiência de proteína
  39. Aumentar o consumo de fibra
  40. Disponibilidade de nutrientes
  41. Vitaminas e minerais na dieta número 7
  42. Quão eficaz é a dieta número 7 para pielonefrite
  43. Características da preparação de alimentos na dieta número 7
  44. Q & amp; A:
  45. O que é a dieta número 7 e como isso ajuda na pielonefrite?
  46. Quais produtos são recomendados para excluir do menu quando a dieta número 7?
  47. Que dieta é recomendada para a dieta número 7?
  48. Com que frequência devo comer na dieta número 7?
  49. Posso comer frutas e frutas na dieta número 7?
  50. Posso comer fora em um restaurante em dieta número 7?
  51. Preciso seguir a dieta número 7 após a recuperação?
  52. Posso comer doces na dieta 7?
  53. Quem não deve seguir a dieta número 7 na pielonefrite

O que é pielonefrite e por que uma dieta é necessária

O que é pielonefrite e por que uma dieta é necessária

A pielonefrite é uma doença dos rins causada pela inflamação de seus tecidos. Pode ser agudo ou crônico e geralmente é acompanhado por dor, febre e distúrbios urinários. Esta doença geralmente ocorre quando infectada com bactérias. Para evitar o agravamento da condição e das complicações, é necessária uma dieta, à qual o paciente deve aderir.

A dieta número 7 com pielonefrite tem como objetivo reduzir a carga nos rins do paciente e diminuir o tempo de seu funcionamento. Sua regra principal é reduzir o consumo de proteínas, gorduras animais e sal. Para fazer isso, é recomendável comer mais frutas e legumes, mingau na água, tipos de carne e peixe com baixo teor de gordura, produtos lácteos com pouca gordura.

  • Consumo de trigo sarraceno e mingau de aveia com leite no café da manhã;
  • Cozinhe mais pratos no vapor, no forno ou grelhe;
  • Evite comer alimentos defumados, salgados, fritos e gordurosos;
  • Siga um regime de bebida e consuma mais fluidos.

Atuando nas regras acima, o paciente poderá estabilizar sua condição e se preparar para um tratamento adicional. Dev e-se lembrar que a dieta – ela não se trata e você precisa seguir todas as prescrições do médico e monitorar seu be m-estar.

Princípios da dieta número 7 com pielonefrite

Como você se sente sobre vacinas e imunizações?
Positivo
Negativo

Reduzindo a carga nos rins

A dieta número 7 na pielonefrite tem como objetivo reduzir a carga nos rins. Ele recomenda limitar o consumo de proteínas, sal e gorduras, além de aumentar a ingestão de líquidos.

Combinação racional de produtos

A combinação racional de produtos desempenha um papel importante na dieta número 7 na pielonefrite. Recomend a-se preferir alimentos ricos em proteínas de origem das plantas, como nozes e leguminosas, e consumir mais vegetais e frutas.

Evitação completa de álcool e fumo

Ao prescrever a dieta número 7 para a pielonefrite, é necessário abandonar completamente o álcool e o tabagismo. Esses maus hábitos podem agravar o estado de saúde e implicar conseqüências negativas para o trabalho dos rins e de todo o corpo.

Refeições frequentes e pequenas

Recomend a-se comer refeições frequentes e pequenas ao longo do dia. Isso ajudará a reduzir a tensão nos rins e melhorar a digestão.

Adesão a um regime de bebida

A dieta número 7 com pielonefrite também implica conformidade com o regime de bebida. Recomenda-se consumir pelo menos 1, 5-2 litros de fluido por dia. Isso ajudará a remover toxinas e decomposição de produtos do corpo e melhorar a função renal.

Os principais produtos que podem ser consumidos com a dieta número 7

A dieta número 7 é uma dieta de carga moderada de proteína-carboidrato, que fornece exclusão de alimentos rigidamente de alta proteína da dieta e limita a ingestão de sal e gorduras animais.

No entanto, isso não significa que, na pielonefrite, você deve desistir de alimentos deliciosos e variados. Dieta número 7 pode incluir:

  1. Carne magra (peito de frango, peru, carne de coelho) cozida ou assada.
  2. Peixe magro (tilápia, capelin, bacalhau) cozido ou assado.
  3. Cereais (trigo sarraceno, aveia, arroz).
  4. A partir de produtos lácteos podem ser usados queijo cottage com pouca gordura, iogurte sem aditivos, kefir, leite azedo.
  5. Frutas e legumes (maçãs, abacaxi, morangos, pepinos, brócolis) apenas 400g por dia, mas sem molho sem gordura.
  6. Bran (farelo de aveia ou farelo de trigo) no café da manhã.
  7. Para cozinhar, você pode usar óleo de azeitona ou girassol, mas em quantidades muito limitadas.

Além disso, é necessário aumentar o consumo de água e chá sem açúcar e faz ê-lo regularmente ao longo do dia. O volume total de fluido para pessoas com pielonefrite deve ser de pelo menos 2 litros por dia.

Após a dieta número 7, em combinação com a terapia medicamentosa promove a recuperação rápida e evita a recorrência da infecção do trato urinário.

O que não deve ser incluído na dieta ao seguir a dieta número 7?

Ao seguir a dieta número 7, é importante limitar o consumo de certos alimentos para reduzir a carga nos rins e acelerar o processo de cicatrização. Primeiro de tudo, não é recomendável consumir produtos salgados, pois eles podem aumentar a pressão, a duração das manifestações dolorosas e contribuir para a retenção de fluidos no corpo.

Você também deve limitar o consumo de produtos de carne gordurosa e especiarias picantes, pois isso pode afetar negativamente o trabalho dos rins e aumentar a carga no corpo como um todo.

Produtos proteicos como carne e ovos também devem ser limitados, pois grandes quantidades de proteína podem danificar a função renal. No entanto, uma pequena quantidade de proteína na dieta ainda deve estar presente, pois é um elemento essencial de nutrição para o corpo.

Doces, produtos de farinha, alimentos enlatados e álcool também não devem ser incluídos na dieta quando a dieta número 7, pois eles podem afetar negativamente a função renal e agravar as manifestações da pielonefrite.

Uma lista aproximada de produtos que devem ser limitados: limite de produtos?

Produtos salgados (carnes defumadas, picles) Pode aumentar a pressão, a duração das manifestações dolorosas e contribuir para a retenção de fluidos no corpo.
Produtos de carne gordurosa Pode afetar negativamente a função renal e aumentar a tensão no corpo.
Especiarias picantes Pode agravar as manifestações da pielonefrite e afetar negativamente a função renal.
Produtos proteicos (carne, ovos) Uma grande quantidade de proteína pode danificar a função renal, mas uma pequena quantidade ainda deve estar presente na dieta.
Doces, produtos de farinha, enlatados, álcool Pode afetar negativamente a função renal e agravar as manifestações da pielonefrite.

Produtos que não são recomendados para a dieta número 7

Quando a dieta número 7, recomendada para a pielonefrite, você deve evitar produtos que podem aumentar a carga nos rins e causar uma exacerbação da doença. Aqui estão alguns produtos que são melhores para excluir da dieta:

  • Alimentos salgados – O sal retém líquido no corpo, o que pode levar ao inchaço e agravamento de sintomas dolorosos;
  • Pratos de carne gordurosa – as gorduras da dieta afetam negativamente o trabalho dos rins e podem contribuir para a formação de pedras;
  • Alimentos enlatados – eles contêm muito sal e conservantes;
  • Café e chá – eles podem irritar os rins e aumentar a síndrome da dor;
  • Chocolate e doces – eles afetam negativamente a função renal e aumentam os níveis de açúcar no sangue.

Evite esses produtos devem ser evitados durante todo o estágio da dieta número 7, mesmo que os sintomas da doença tenham reduzido significativamente. Para a recuperação adequada da função renal, a conformidade com a dieta é muito importante e ajudará a evitar a exacerbação e complicações da pielonefrite.

Segunda-feira

  • Café da manhã: ovos cozidos macios, 2 pedaços, aveia na água, pão integral, chá verde sem açúcar.
  • Almoço: sopa de minestrone com uma fatia de pão preto, filé de frango cozido no vapor, salada de repolho fresco e pepino com óleo vegetal, compota de baga.
  • Snack: 1 maçã, torrada feita de pão de centeio inteiro com queijo cottage com baixo teor de gordura.
  • Jantar: Peixe cozido no vapor, mingau de arroz em água, salada de legumes frescos com óleo vegetal, água mineral não carbonada.

Terça-feira

Terça-feira

  • Café da manhã: mingau de aveia na água, disputa de 2 ovos, pão integral, chá verde sem açúcar.
  • Almoço: bochechas com uma fatia de pão preto, costeleta de peru no vapor, salada de pepino fresco com óleo vegetal, cenoura cozida e beterraba, creme de leite.
  • Snack: pêra, torrada de pão de centeio inteiro com queijo cottage com baixo teor de gordura.
  • Jantar: carne cozida no vapor, mingau de trigo sarraceno na água, salada de legumes frescos com óleo vegetal, água mineral não carbonada.

Quarta-feira

  • Café da manhã: ovos cozidos macios, 2 ovos, mingau de trigo sarraceno na água, pão integral, chá verde sem açúcar.
  • Almoço: caldo de carne com uma fatia de pão preto, filé de frango cozido no vapor, legumes cozidos, compota de baga.
  • Snack: 1 banana, torrada de pão de centeio inteiro com queijo cottage com baixo teor de gordura.
  • Jantar: frango cozido no vapor, mingau de arroz em água, salada de legumes frescos com óleo vegetal, água mineral não carbonada.

Quinta-feira

  • Café da manhã: mingau de aveia na água, disputa de 2 ovos, pão integral, chá verde sem açúcar.
  • Almoço: sopa de arroz com uma fatia de pão preto, costeleta de peru no vapor, salada de legumes frescos com óleo vegetal, creme de leite.
  • Snack: 1 par de ameixas, torradas de pão de centeio inteiro com queijo cottage com baixo teor de gordura.
  • Jantar: Peixe cozido no vapor, batatas cozidas, salada de pepino fresco com óleo vegetal, água mineral não carbonada.

Sexta-feira

  • Café da manhã: ovos cozidos macios, 2 ovos, mingau de trigo sarraceno na água, pão integral, chá verde sem açúcar.
  • Almoço: caldo de carne com uma fatia de pão preto, filé de frango cozido no vapor, salada de pepino fresco com óleo vegetal, creme de leite.
  • Snack: 1 maçã, torrada feita de pão de centeio inteiro com queijo cottage com baixo teor de gordura.
  • Jantar: Peito de frango cozido no vapor, legumes cozidos, salada de legumes frescos com óleo vegetal, água mineral sem gás.

Sábado

  • Café da manhã: mingau de aveia na água, disputa de 2 ovos, pão integral, chá verde sem açúcar.
  • Almoço: Sopa minestrone com fatia de pão preto, costeleta de peru no vapor, salada de legumes fresca com óleo vegetal, compota de frutas vermelhas.
  • Snack: 1 banana, torrada de pão de centeio inteiro com queijo cottage com baixo teor de gordura.
  • Jantar: Mingau de arroz na água, peito de frango cozido no vapor, salada de legumes fresca com óleo vegetal, água mineral sem gás.

Domingo

  • Café da manhã: ovos cozidos macios, 2 pedaços, aveia na água, pão integral, chá verde sem açúcar.
  • Almoço: Caldo de carne com uma fatia de pão preto, costeleta de peru no vapor, salada de pepino fresco com óleo vegetal, creme de frutas vermelhas.
  • Snack: 1 maçã, torrada feita de pão de centeio inteiro com queijo cottage com baixo teor de gordura.
  • Jantar: Peixe cozido no vapor, batata cozida, salada de legumes fresca com óleo vegetal, água mineral sem gás.

O menu acima é aproximado e pode ser alterado dependendo das necessidades individuais e das recomendações do médico. É importante seguir o regime alimentar, escolher produtos de qualidade e nunca pular refeições.

Receitas de pratos correspondentes à dieta número 7

A dieta número 7 para pielonefrite envolve limitar a ingestão de proteínas animais, sais e líquidos. Mas isso não significa que a comida deva ser enfadonha e não comestível. Afinal, existem muitos pratos saudáveis e deliciosos que podem ser preparados de acordo com esta dieta.

Ensopado de legumes com frango

Corte vegetais frescos: berinjela, abobrinha, pimentão e cebola. Frite numa frigideira com um pouco de azeite durante 5-7 minutos. Depois disso, adicione o peito de frango fatiado e refogue por mais 10 minutos. Sirva quente, coberto com salsa e suco de limão.

Sopa de abobrinha

Em uma panela com um pouco de azeite, frite as cebolas em rodelas e as abobrinhas por 5-7 minutos. Em seguida, adicione cubos de batata e óleo de girassol. Encha com água fervente e cozinhe em fogo baixo até que as batatas estejam prontas. Sirva quente polvilhando salsa verde por cima.

Omelete de ovo e espinafre

Bata 2 ovos com um garfo com 50 ml de leite desnatado. Adicione um pouco de espinafre picado e refogue em uma panela com tampa por 5 minutos. Sirva quente com uma pitada de queijo cottage desnatado por cima.

Também na dieta número 7, você pode comer peixe, carne magra, cereais, frutas e bagas. O principal é monitorar a quantidade de ingestão de líquidos e comer alimentos em pequenas porções.

Dicas para escolher alimentos na dieta número 7

1. Evite alimentos salgados e picantes, pois isso pode agravar o processo inflamatório. É melhor adicionar especiarias e ervas, que não apenas dão sabor aos pratos, mas também têm propriedades benéficas para o sistema urinário.

2. Limite o consumo de alimentos gordurosos e fritos, pois pode aumentar a carga nos rins e agravar os sintomas da pielonefrite. Evite manteiga e molhos gordurosos também.

3. Aumente a ingestão de frutas e vegetais, pois eles contêm muita água e ajudam a se livrar de toxinas e resíduos do corpo. Bagas, cranberries, groselhas e melancias são especialmente benéficas, pois contêm substâncias que ajudam a combater a infecção.

4. Limite o consumo de alimentos e alimentos doces contendo aditivos e corantes artificiais, pois eles podem afetar negativamente a função renal e piorar os sintomas da pielonefrite.

5. Aumente a ingestão de alimentos de proteínas, pois são essenciais para reparar tecidos danificados. Escolha variedades com pouca gordura de carne, peixe, ovos e laticínios, pois são mais fáceis de digerir e não sobrecarregar os rins.

6. Tente comer alimentos em pequenas porções e regularmente para manter o metabolismo normal e as funções nutricionais do corpo.

7. Certifiqu e-se de levar em consideração as características individuais do seu corpo e consulte seu urologista ou nutricionista sobre a dieta e o menu da dieta número 7 para pielonefrite.

Que bebidas podem ser consumidas na dieta número 7 em pielonefrite

Com pielonefrite, beber líquido suficiente é muito importante, pois ajuda a eliminar toxinas e toxinas do corpo. Recomenda-se um adulto para beber até 2, 5-3 litros de água por dia, levando em consideração quais bebidas podem ser consumidas durante a dieta número 7.

A água é a principal bebida que deve ser bebida constantemente ao longo do dia. Recomenda-se usar água mineral ou comum não carbonada, de preferência macia. Você também pode beber chá verde, o que ajuda a eliminar o excesso de líquido do corpo.

É altamente recomendável excluir bebidas alcoólicas e carbonatadas da dieta, pois podem prejudicar o fornecimento de sangue aos rins e causar exacerbação da doença. Também é necessário limitar o uso de café e chá, que são bebidas diuréticas e podem piorar a função renal.

O uso de remédios naturais é permitido na pielonefrite somente após consulta com um médico e levando em consideração as características individuais do paciente. Assim, o uso de chás e tinturas de ervas, por exemplo, de rabo de cavalo, pode ter um efeito positivo na função renal e acelerar sua recuperação.

É importante lembrar: na pielonefrite é importante escolher as bebidas certas e monitorar rigorosamente sua quantidade. A ingestão excessiva de líquidos pode causar edema e deterioração do estado geral, e insuficiente – à desidratação do corpo e comprometimento da função renal.

Produtos excluídos da dieta número 7 para pielonefrite

Comida enlatada

Alimentos enlatados, incluindo peixes, carnes e vegetais, não são recomendados para a dieta número 7. Contêm grande quantidade de sal e conservantes, o que afeta negativamente o estado dos rins.

Pratos picantes e gordurosos

Alimentos picantes e gordurosos, incluindo frituras, carnes defumadas, picles, marinadas, temperos e molhos, devem ser excluídos da dieta número 7. Esses alimentos aumentam a carga sobre os rins e podem causar uma exacerbação da pielonefrite.

Álcool e bebidas fortes

Com a dieta número 7, você deve abandonar completamente o álcool e as bebidas fortes. Piora o funcionamento dos rins e pode provocar o agravamento da doença.

Café e chá

A quantidade de café e chá consumida deve ser reduzida ao mínimo ou totalmente excluída. Essas bebidas podem causar desidratação e aumentar o estresse nos rins.

Doces

Doces, incluindo chocolate, balas, biscoitos, bolos, etc., devem ser consumidos em quantidades limitadas ou eliminados completamente. O excesso de açúcar no corpo pode causar problemas renais.

Laticínios com alto teor de gordura

Produtos lácteos com alto teor de gordura, como creme de leite, creme de leite e queijo cottage gorduroso, devem ser consumidos em quantidades limitadas. É melhor substituí-los por análogos com baixo teor de gordura.

Ao seguir a dieta número 7, deve-se prestar atenção não só aos produtos excluídos, mas também à variedade e utilidade da dieta. Recomenda-se comer mais vegetais, frutas, frutas vermelhas, pratos leves de carne e peixe, verduras e laticínios com baixo teor de gordura.

Nutrição na exacerbação da pielonefrite: o que considerar

Limitando a ingestão de proteínas

Em exacerbações de pielonefrite, é particularmente importante controlar a ingestão de proteínas. Portanto, os pacientes diagnosticados com pielonefrite devem limitar a ingestão de proteínas a 1 grama por quilograma de peso por dia. Ao mesmo tempo, reduzir a ingestão de proteínas não significa reduzir a quantidade de alimentos totais, mas substituir os alimentos usuais por alimentos mais facilmente digeríveis, como vegetais, frutas, cereais e carnes magras.

Evitando o uso de temperos e especiarias

Quando a pielonefrite é exacerbada, é necessário evitar o uso de temperos excessivos, especiarias e sal em alimentos. Esses produtos podem piorar a condição dos rins e causar processos reversos no corpo. Recomend a-se preparar pratos sem adicionar sal e vinagre, e é melhor aderir às recomendações medicinais.

Substituindo chá e café por decocções de ervas

O chá e o café também podem piorar a condição dos rins em uma exacerbação da pielonefrite. Em vez disso, você pode incluir em sua dieta decocções de ervas, por exemplo, quadris de rosas, urtiga, camomila ou hortelã. As decocções de ervas ajudam a melhorar a condição geral e fortalecer o sistema imunológico do corpo.

Reduzindo a ingestão de gordura e carboidratos

Quando a pielonefrite exacerba, também é importante reduzir a ingestão de gorduras e carboidratos em sua dieta. Para fazer isso, você pode substituir produtos de carne gordurosa por aves ou peixes, usar óleos vegetais como azeite como fonte de gorduras e aumentar o número de vegetais e saladas no seu menu. Você também deve reduzir a ingestão de doces e bebidas de carboidratos.

Recomendações alimentares para aliviar os sintomas da pielonefrite

Com uma exacerbação da pielonefrite, além das recomendações acima, você deve aderir à nutrição adequada em geral. A dieta deve ser variada e incluir diferentes grupos de produtos. É importante consumir uma quantidade suficiente de vitaminas, especialmente a vitamina C, que ajuda a combater a infecção, bem como a vitamina D, o que ajuda a fortalecer o tecido ósseo. Também é recomendável beber fluidos suficientes, pelo menos 2 litros por dia, para limpar todo o corpo.

Nutrição em remissão de pielonefrite: o que considerar

Observância do regime de bebida

Um dos principais aspectos da nutrição na remissão de pielonefrite é um regime de consumo. Recomenda-se consumir pelo menos 1, 5-2 litros de fluido por dia. A água é melhor para beber cozido ou mineral não carbonado. Além da água, você pode usar decocções de ervas medicinais, frutas e bagas, mas não exagera com açúcar.

Restrições alimentares

Em remissão de pielonefrite, é recomendável limitar o consumo de alimentos gordurosos, fritos e defumados, marinadas, especiarias. Você também deve limitar o uso de sal e alimentos ricos em potássio (ameixas, bananas, laranjas).

Nutrição com deficiência de proteína

Muitas vezes, pacientes com pielonefrite são prescritos uma dieta pobre em proteínas. Para evitar a deficiência de proteínas, é recomendável incluir produtos lácteos dietéticos, ovos e peixes. No entanto, não exagere no consumo prolongado desses produtos em grandes quantidades, pois isso pode levar à formação de pedras nos rins.

Aumentar o consumo de fibra

Em nutrição com pielonefrite, é recomendável prestar atenção aos alimentos ricos em fibras, o que ajuda a melhorar a digestão e impedir a constipação. A fibra é encontrada em frutas frescas, vegetais, verduras, sementes gastrointestinais.

Disponibilidade de nutrientes

A dieta na pielonefrite deve ser equilibrada no conteúdo de todos os nutrientes necessários (proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas, minerais). Para conseguir isso, recomend a-se aumentar o consumo de frutas e legumes frescos, verduras, legumes, carnes magras, peixes, laticínios.

Vitaminas e minerais na dieta número 7

Com pielonefrite, é importante considerar recomendações nutricionais que ajudarão a reduzir a carga nos rins e facilitar o processo de recuperação. A dieta número 7 envolve limitar o uso de proteínas, sal e gorduras, mas também é importante não esquecer vitaminas e minerais.

Durante a dieta número 7, é especialmente importante prestar atenção ao uso de vitaminas B, necessárias para manter a saúde do trato gastrointestinal e normalizar o metabolismo. No entanto, você não deve se empolgar com vitaminas contendo uma dose alta de ácido ascórbico, para não causar uma carga adicional nos rins.

Também é importante garantir a ingestão adequada do magnésio, o que ajuda a proteger os rins da formação de pedras e contribui para o funcionamento normal dos músculos e da atividade cardíaca. Fontes de magnésio incluem verduras, nozes, pão integral, trigo sarraceno e milho.

Não se esqueça do cálcio, que é um elemento essencial do tecido ósseo e está envolvido na regulação do metabolismo. No entanto, quando você tem pielonefrite, reduza a ingestão de alimentos ricos em cálcio, como produtos lácteos, para não sobrecarregar os rins. Em vez disso, você pode obter a quantidade necessária de cálcio de vegetais verdes, peixes e ovos.

  • Recomendações:
  • Garanta a ingestão de vitaminas B e magnésio;
  • Reduza a quantidade de cálcio em sua dieta substituindo produtos lácteos por vegetais verdes, peixes e ovos;
  • Não seja viciado em vitaminas contendo uma dose alta de ácido ascórbico.

Quão eficaz é a dieta número 7 para pielonefrite

A dieta número 7 é uma das dietas recomendadas para pielonefrite. Seu principal objetivo é reduzir a carga nos rins, o que os ajuda a funcionar melhor e reduzir a inflamação.

A dieta número 7 inclui a limitação da ingestão de proteínas, gorduras e sal. Em vez disso, a dieta deve consistir em vegetais, frutas, grãos e alimentos com pouca gordura.

Embora a dieta número 7 não seja a única maneira de tratar a pielonefrite, ela pode melhorar significativamente a condição. Muitos pacientes percebem uma diminuição da dor e da inflamação depois de começarem a seguir essa dieta.

No entanto, é importante lembrar que a dieta não é a única maneira de tratar a pielonefrite. Deve ser usado em conjunto com outros tratamentos que um médico pode prescrever. Além disso, a dieta deve ser adequada para cada paciente, levando em consideração suas necessidades individuais.

Características da preparação de alimentos na dieta número 7

Ao seguir a dieta número 7, é importante monitorar não apenas a composição da qualidade dos alimentos, mas também a preparação adequada.

Antes de preparar frutas e vegetais, é necessário lav á-las e descascar completamente. Alguns vegetais, como abobrinha e couv e-flor, é desejável cortar em pedaços antes do ensopado, o que contribui para uma melhor digestão do corpo.

Ao preparar pratos de carne, use apenas aves domésticas de Magert, peru, vitela ou coelho, completamente limpo de pele e gordura e separado dos ossos. A carne de porco, carne bovina ou jogo não é recomendada.

Cozinhar, cozinhar, cozinhar no forno ou na grelha permite que você retenha o máximo de nutrientes e vitaminas. Além disso, você deve evitar pratos quentes, gordurosos e defumados, pois eles podem piorar a condição dos rins e causar uma exacerbação da pielonefrite.

A comida deve ser consumida quente e somente após mastigação completa. Não se esqueça de monitorar o regime alimentar e a distribuição de porções ao longo do dia para evitar demais comer e cumprir o número 7 da dieta na pielonefrite.

Q & amp; A:

O que é a dieta número 7 e como isso ajuda na pielonefrite?

A dieta número 7 é uma dieta recomendada para doenças renais, como pielonefrite. Seu principal objetivo é reduzir o ônus dos rins e melhorar sua função. Para fazer isso, elimina ou limita a ingestão de certos alimentos, como proteínas, gorduras, sal e alimentos picantes. A dieta inclui alimentos facilmente digeríveis ricos em vitaminas e minerais. Essa dieta ajuda a acelerar o processo de cicatrização e reduzir o risco de complicações.

Quais produtos são recomendados para excluir do menu quando a dieta número 7?

Fast food, alimentos gordurosos e fritos, alimentos em conserva e salgados, carnes defumadas, pratos picantes e ácidos, doces, álcool, bebidas carbonatadas, café e outras bebidas que contêm cafeína devem ser excluídas do cardápio da dieta número 7. Você também deve limitarO consumo de carne e peixe – não mais que duas vezes por semana e não mais que 100 g em uma refeição.

Que dieta é recomendada para a dieta número 7?

Quando a dieta número 7 é recomendável consumir alimentos facilmente digeríveis, como mingau, queijo duro, iogurte, filés de peixe fresco, produtos lácteos azedos, frutas, frutas, legumes, ervas, queijo cottage, biscoitos, mel, variedades magras de carne e aves. É necessário consumir pelo menos 2 litros de fluido por dia, de preferência água pura.

Com que frequência devo comer na dieta número 7?

Na dieta número 7, você deve comer pelo menos 4 refeições por dia e em pequenas porções. Isso ajudará a reduzir a carga nos rins e acelerar o processo de sua recuperação. Recomenda-se comer pelo menos 3-4 horas entre as refeições.

Posso comer frutas e frutas na dieta número 7?

Sim, recomend a-se que comer frutas e bagas para a dieta número 7. Eles são ricos em vitaminas e minerais, essenciais para melhorar a função renal e acelerar o processo de cicatrização. No entanto, dev e-se ter em mente que algumas frutas podem ser muito ácidas, para que sejam consumidas em quantidades limitadas ou substituídas por outras frutas ou frutas.

Posso comer fora em um restaurante em dieta número 7?

Na dieta número 7, você não deve comer alimentos gordurosos, picantes, defumados ou em conserva, portanto, comer fora em um restaurante pode ser difícil. No entanto, você pode escolher pratos que contêm variedades magras de carne e aves, pratos de peixe, legumes e verduras. Pratos cozidos com óleo e gorduras devem ser evitados.

Preciso seguir a dieta número 7 após a recuperação?

Após a recuperação, é necessário seguir um estilo de vida saudável e uma alimentação adequada. Inclua mais vegetais, frutas, mingaus, carnes magras, aves e peixes em sua dieta. No entanto, se você tem tendência a exacerbações regulares de pielonefrite, deve seguir a dieta número 7 por algum tempo para evitar exacerbações e melhorar a função renal.

Posso comer doces na dieta 7?

É aconselhável limitar a ingestão de doces na dieta número 7, pois são ricos em açúcar e podem afetar negativamente a função renal. Porém, você pode consumir pequenas quantidades de doces como biscoitos à base de aveia, sobremesas de frutas sem açúcar e mel. É ainda melhor substituir os doces por frutas frescas e amoras, que contêm menos açúcar, mas são mais saudáveis para o corpo.

Quem não deve seguir a dieta número 7 na pielonefrite

Apesar de a dieta número 7 ser bem conhecida e amplamente utilizada na pielonefrite, algumas categorias de pessoas não devem segui-la.

Primeiro, isso se aplica a pessoas que sofrem de diabetes mellitus. Como a dieta número 7 inclui carboidratos que podem afetar negativamente os níveis de glicose no sangue, as pessoas com diabetes devem encontrar outra dieta adequada à sua condição.

Também não é recomendado seguir a dieta número 7 para pessoas que sofrem de doença hepática crônica. Nesse caso, é recomendável consultar um médico e encontrar uma dieta mais adequada.

Por fim, pessoas que apresentam intolerância individual a um ou mais produtos incluídos na dieta número 7 também não podem aderir a esta dieta. Neste caso, é necessário ajustar o cardápio levando em consideração as características individuais e as recomendações do médico.