Dieta em enterite: recomendações e menus

Descubra qual dieta para enterite será a mais adequada. Aconselhamento especializado sobre nutrição e recomendações sobre a escolha dos alimentos. Como levar o corpo ao normal e evitar a exacerbação dos sintomas identificados.

A enterite é uma doença do intestino, causada por um processo inflamatório na parede intestinal. As pessoas se tornam mais vulneráveis ao desenvolvimento de enterite após consumir água contaminada, alimentos não cozidos ou contato com objetos infectados.

O tratamento eficaz da enterite requer medidas para reduzir e aliviar sintomas como diarréia, dor abdominal, vômito e febre. Um aspecto importante do tratamento é a adesão a uma dieta, que pode ajudar na recuperação rápida e evitar complicações adicionais da doença.

Quais alimentos são mais recomendados para enterite? Quais grupos de alimentos devem ser excluídos da dieta para obter resultados positivos? Essas perguntas são essenciais ao escolher uma dieta durante o tratamento da enterite. Neste artigo, vejamos as maneiras mais eficazes de comer a dieta certa para restaurar a saúde durante a enterite.

Dieta para enterite

O que é enterite?

A enterite é uma doença inflamatória intestinal que geralmente é acompanhada por diarréia, dor de estômago e náusea. Os fatores que causam essa doença podem ser bactérias, vírus, fungos ou parasitas.

Como você se sente sobre vacinas e imunizações?
Positivo
Negativo

Que tipo de dieta ajuda na enterite?

A dieta para enterite deve incluir alimentos facilmente digeríveis ricos em fluidos e eletrólitos, como:

  • Mingau na água
  • Purê de maçãs ou bananas
  • Legumes cozidos no vapor, como cenoura e abobrinha
  • Produtos lácteos com pouca gordura, como iogurte e kefir
  • Arroz

Em enterite, evite alimentos difíceis de digerir e piorar os sintomas, como:

  1. Comidas gordurosas
  2. Especiarias picantes e quentes
  3. Álcool
  4. Cafeína
  5. Doces

Qual é a dieta certa para enterite?

É importante comer pequenas porções de alimentos e beber fluidos frequentemente para evitar a desidratação. Também é recomendável evitar atividades físicas pesadas e levar tempo suficiente para descansar e se recuperar.

Alimentos recomendados de alimentos com alimentos

arroz branco Comidas gordurosas
Produtos lácteos com baixo teor de gordura Especiarias picantes e quentes
Seleta de legumes cozida a vapor Álcool
Mingau na água Cafeína
Purê de maçãs ou bananas Doces

O que é enterite?

A enterite é um processo inflamatório que ocorre no intestino delgado. Esta doença é causada por várias razões, como bactérias, vírus, parasitas e outros microorganismos prejudiciais. Um dos sintomas mais comuns é a diarréia, que pode ser acompanhada por vômitos, náusea, sintomas de dor abdominal, fraqueza e até febre.

A enterite é uma condição bastante comum que pode ser encontrada em qualquer idade e nível de saúde. Freqüentemente, essa doença é transmitida através de alimentos contaminados ou através de contato com uma pessoa doente.

Para tratar a enterite, é necessário consultar um médico que sugerirá tratamento específico, dependendo da causa da doença. É recomendável mante r-se hidratado e comer uma dieta adequada para aliviar os sintomas e acelerar a recuperação.

Quem precisa de uma dieta para enterite?

A enterite é uma das doenças mais comuns do trato gastrointestinal. É acompanhado pela inflamação da parede intestinal, geralmente a membrana mucosa se torna hipersensível aos irritantes que entram nos alimentos. Assim que a possibilidade de reprodução de patógenos estiver madura, os sinais de doença aparecem. Mas nem todo mundo com a doença precisa de uma dieta. Por exemplo, se a doença não for crônica e não for causada por uma infecção viral, a recuperação ocorre muito rapidamente.

No entanto, se a enterite estiver de forma crônica, significa que o corpo não pode mais combater os patógenos por conta própria. Para garantir o tratamento mais eficaz, o médico pode prescrever uma dieta especial. Essa dieta ajudará a reduzir a carga no intestino, fortalecer o sistema imunológico e trazer alívio geral.

Crianças e pessoas com imunidade enfraquecida também podem precisar de dietas para enterite. Assim, em crianças cujos intestinos ainda estão no estágio de formação, a enterite pode levar ao desenvolvimento de constipação, disbacteriose e outras doenças. Portanto, é especialmente recomendável monitorar a dieta de crianças com enterite e consultar um médico para evitar o desenvolvimento de complicações.

Regras alimentares para enterite

Diretrizes alimentares para enterite

No caso de enterite, é importante comer uma dieta saudável para acelerar o processo de recuperação. Certos alimentos podem causar irritação e agravar os sintomas, portanto, certas regras devem ser seguidas

  • Sem produtos lácteos. O leite contém lactose, que é difícil de digerir na enterite. Água, kefir não gorduroso ou iogurte sem aditivos são melhores em vez de leite.
  • Limitando alimentos gordurosos. Os alimentos gordurosos prejudicam o armazenamento de alimentos no estômago e podem causar irritação adicional ao intestino. Portanto, você deve limitar sua ingestão de carne gordurosa, peixe e laticínios.
  • Atenh a-se à sua dieta. É importante que a comida seja leve e simples para o estômago. Recomenda-se comer 5-6 vezes ao dia em pequenas porções.
  • Evite alimentos picantes e ácidos. Alimentos picantes e ácidos podem irritar a membrana mucosa do estômago e do intestino, causando irritação e dor adicionais. Portanto, alimentos como pimentão, limão, toranja, tomate etc. devem ser evitados.

A conformidade com as regras da dieta ajudará a lidar com a enterite mais rapidamente e retornar a uma dieta normal. Se você tiver perguntas adicionais, é melhor consultar um médico ou nutricionista.

O que pode ser consumido com enterite?

Produtos vegetais

Com enterite, é recomendável comer mais frutas e vegetais para restaurar processos metabólicos no corpo e melhorar o apetite.

  • Maçãs, bananas, damascos, melancias e peras contêm nutrientes e vitaminas que afetam favoravelmente o processo de cicatrização.
  • Vegetais, incluindo cenouras, abóbora, couve de Bruxelas e pimentão, fornecem ao corpo micronutrientes necessários para a recuperação.

Carne dieta e aves

Carne e aves dietéticas

O consumo de produtos à base de carne também é necessário para apoiar os processos metabólicos associados à doença.

  • Carne de porco magra, frango, peru, vitela e cordeiro contêm proteínas necessárias para reparo de tecidos e renovação de células.

Produtos lácteos azedos

Muitos produtos lácteos fermentados contêm bactérias benéficas que ajudam a normalizar a digestão e a capacidade do corpo de lidar com a infecção.

  • Recomend a-se que o iogurte, o queijo cottage e o fermento simples sejam consumidos frescos para evitar a interrupção da microflora intestinal.

Caldo

Caldo

A azia e a enterite são frequentemente acompanhadas por envenenamento e vômito, o que pode drenar a vitalidade. Os caldos podem ajudar a restaurar fluidos e minerais perdidos.

  • Recomend a-se consumir caldos de carne bovina, frango ou peru, que contêm aminoácidos essenciais para a renovação de tecidos e restaurar a saúde.

O que é proibido comer na enterite?

Na enterite, é recomendável seguir uma dieta leve que exclui alimentos pesados e gordurosos, bem como aqueles que podem irritar a parede intestinal.

O primeiro produto proibido é alimentos gordurosos e fritos. É difícil digerir e pode causar sobrecarga do estômago e do intestino.

O próximo produto indesejável são os produtos lácteos. A lactose encontrada em leite e laticínios pode contribuir para o gás no intestino e causar desconforto.

Pimentas quentes, especiarias, alimentos salgados, bem como alimentos enlatados e fast food podem piorar a condição na enterite. Eles colocam tensão extra no estômago e no intestino, causando queimação ou desconforto no estômago.

Frutas e vegetais frescos também não são recomendados, pois contêm fibras, o que pode causar inchaço no estômago e prejudicar a digestão.

Em vez disso, você deve comer pratos leves no vapor ou grelhados, mingau, carne cozida, sopas magras e azedas. Além disso, é importante beber muitos líquidos e evitar álcool e café forte.

Que bebidas são úteis em enterite?

Que bebidas são úteis em enterite?

Com enterite, é extremamente importante manter o balanço da água do corpo. Nos primeiros dias da doença, é desejável beber muitos fluidos para compensar a perda de fluidos por meio da diarréia. É importante observar que nem todas as bebidas são igualmente úteis em enterite.

O primeiro lugar é ocupado pela água. É muito útil beber água simples sem gás, o que ajudará a preencher o déficit de fluido no corpo. Você também deve usar soluções especiais, por exemplo, bebidas isotônicas, que contêm a quantidade necessária de sais e eletrólitos para o corpo.

O chá forte, incluindo chá verde, seca os tecidos do corpo, o que contribui para o agravamento da condição na enterite. O café também não é recomendado, pois pode desidratar ainda mais o corpo e piorar o trabalho do trato GI.

Se desejar, você pode beber compotas, decocções de frutas secas, mas, neste caso, você deve ter muito cuidado para monitorar de perto o seu bem-estar. Se possível, é melhor usar água e soluções especiais.

  • IMPORTANTE: Evite bebidas e sucos carbonatados e alcoólicos com alto teor de ácido.
  • Dica: beba em goles pequenos e regularmente, para não sobrecarregar o trato GI.

Que bebidas devem ser evitadas em enterite?

Na enterite, é especialmente importante prestar atenção ao regime de bebida, pois a diarréia e o vômito frequentes tiram muita umidade do corpo. No entanto, nem todas as bebidas são adequadas para consumo durante a doença.

Álcool, bebidas carbonatadas e chá ou café forte devem ser evitados. Álcool e bebidas carbonatadas não apenas agravam a diarréia e o vômito, mas também podem causar desidratação. O chá e o café têm um efeito irritante na mucosa gastrointestinal, que pode agravar os sintomas da doença.

Você também deve evitar sucos e bebidas de frutas que contêm muito açúcar, pois isso pode agravar a diarréia. A melhor opção é beber água pura, bem como caldos com baixo teor de gordura, que têm um efeito rejuvenescedor no corpo.

  • Evite álcool e bebidas carbonatadas
  • recusar chá, café e sucos de frutas
  • Escolha caldos com pouca gordura e beba água pura.

Exemplo de um menu para um dia com enterite

Café da manhã

No café da manhã, é recomendável comer pratos leves que não sobrecarregam o estômago. Uma opção pode ser um smoothie de banana:

  • 1 banana
  • 100 ml de iogurte sem gordura
  • 100 ml de água mineral sem gás

Misture todos os ingredientes no liquidificador e beba.

Almoço

O almoço deve ser mais saudável, mas também leve sobre o estômago. Você pode preparar a sopa de galinha com legumes:

  • 0, 5 kg de peito de frango
  • 4 batatas
  • 2 cenouras
  • 1 cebola
  • 100 g de ervilhas verdes
  • Especiarias a gosto

Corte o frango em pedaços e ferva em 2 litros de água. Adicione os legumes picados e cozinhe até ficar macio, depois sal e pimenta a gosto.

Jantar

Para o jantar, é recomendável consumir pratos leves, o melhor de todos os legumes cozidos no vapor com filé de frango:

  • 0, 5 kg de filé de frango
  • Especiarias a gosto

Corte os filetes em pedaços pequenos, coloque-o em um prato e coloque no vapor por 20 minutos. Pique os legumes também e coloque no vapor por 10 minutos. Sirva em um prato e polvilhe com especiarias a gosto.

Quais alimentos são recomendados para adicionar à dieta para enterite?

A enterite é uma doença inflamatória intestinal que pode ser causada por infecção, alergias ou outros fatores. Para aliviar os sintomas e ajudar o corpo a se recuperar, é importante comer direito e adicionar certos alimentos à sua dieta.

Produtos lácteos fermentados. Devido à diarréia na enterite, muitos fluidos e eletrólitos são perdidos, por isso é importante consumir kefir, pepino y, leite azedo liso e outros produtos lácteos fermentados enriquecidos com bifidobactérias e lactobacillus. Eles ajudarão a restaurar a microflora intestinal e fortalecerão a imunidade.

Produtos proteicos. A proteína é o principal material de construção para tecidos e células, por isso deve ser consumido em quantidades suficientes. Recomend a-se consumir carne, peixe, ovos e legumes. Mas não se empolgue com carne gordurosa e sobremesas doces, o que apenas piorará os sintomas da enterite.

Vegetais e frutas. Recomend a-se consumir vegetais facilmente digeríveis (por exemplo, cenouras, abobrinha, abóbora) e frutas (por exemplo, bananas, maçãs, peras). Eles são ricos em vitaminas e minerais essenciais para a função intestinal normal e a saúde geral do corpo.

Chá verde. O chá verde possui propriedades antioxidantes e ajuda a melhorar a digestão. É recomendável beber sem açúcar.

É importante não esquecer uma dieta adequada e terapia vitamínica. Certifiqu e-se de seguir as recomendações do médico, que ajudarão a restaurar a saúde e normalizar a digestão mais rapidamente e mais fácil.

Quais produtos devem ser excluídos com enterite?

Com enterite, é necessário excluir dos produtos dietéticos do paciente que podem irritar o intestino e contribuir para o agravamento dos sintomas. Primeiro de tudo, você deve recusar pratos e especiarias gordurosas, picantes e defumadas, porque irritam fortemente o trato gastrointestinal.

Também é recomendável não comer alimentos ricos em fibras grossas, como vegetais e frutas com casca dura e sementes. Eles podem causar não apenas sensações dolorosas, mas também agravar o processo de recuperação.

Os produtos alimentares com ácidos acéticos e láticos como ingredientes principais também devem ser evitados em enterite. Seu consumo pode causar uma deterioração da saúde e pode levar a uma deterioração da função intestinal.

Finalmente, é importante evitar álcool e bebidas carbonatadas quando você tem enterite. Esses alimentos podem causar estresse adicional ao trato gastrointestinal e piorar os sintomas da doença.

Com o devido respeito por essas recomendações, o paciente se recuperará mais rapidamente e pode retornar à sua dieta habitual.

O que fazer se você tiver náusea grave em enterite?

Na enterite, um dos sintomas mais comuns é a náusea. Se você tem náusea grave, a primeira coisa a fazer é garantir que você siga todas as recomendações do seu médico sobre como tomar medicamentos e não comer por um tempo.

Se você já está tomando medicamentos para aliviar a náusea e seus sintomas ainda persistirem, tente usar outros métodos. Por exemplo, você pode tentar aplicar resfriado à sua área abdominal ou uma compressa quente no peito, dependendo da localização da dor.

A hidratação adequada do corpo também é importante. Você deve beber muitos líquidos ao longo do dia, preferindo água pura e outras bebidas não carbonatadas. Ao mesmo tempo, vale a pena limitar ou evitar bebidas que podem afetar negativamente o estômago e agravar náusea, como café e álcool.

Se você estiver em um estado de náusea constante, quando você nem pode beber água, definitivamente deve procurar ajuda médica. Esse sintoma pode ser um sinal de complicações graves relacionadas à enterite.

Quando você deve consultar um médico para enterite?

A enterite é uma doença acompanhada pela inflamação da membrana mucosa do intestino. Para uma recuperação rápida e eficaz da saúde, é importante procurar ajuda médica em tempo hábil. No entanto, nem todos os pacientes sabem quando vale a pena entrar em contato com um médico.

É categoricamente proibido de adiar uma visita ao médico se:

  • Você experimenta febre excessiva;
  • Você tem dor aguda no abdômen;
  • Você tem diarréia por mais de dois dias;
  • Você não pode reter fluidos por várias horas;
  • Você está experimentando náuseas e vômitos persistentes;
  • Você diminuiu significativamente os níveis de líquido corporal.

Além disso, não há nada para se envergonhar em visitar um médico. Somente um especialista pode dar as recomendações corretas e prescrever um tratamento eficaz. É necessário entender que, se você atrasar uma visita ao médico, a doença poderá agravar e levar a consequências desagradáveis à saúde.

Quantos dias você deve seguir a dieta com enterite?

Com enterite, é importante seguir o regime alimentar e não se esqueça de seguir a dieta. No entanto, quanto tempo você precisa aderir a uma dieta especial depende de muitos fatores. Em primeiro lugar – a gravidade do curso da doença, bem como a idade, o estado de saúde e as características individuais do paciente.

Geralmente, o médico recomenda seguir uma dieta para enterite de 3 a 7 dias. Durante esse período, o corpo tem tempo para se recuperar e iniciar o processo de cicatrização. Em enterite leve ou forma de gastroenterite, a dieta pode ser seguida por 3 a 4 dias. Em casos mais graves, pode ser necessário seguir a dieta por um longo período de 5 a 7 dias.

Se após seguir a dieta, o paciente sentir alívio significativo e melhora na saúde, você poderá gradualmente se mover para a dieta usual. No entanto, se os sintomas de enterite persistirem, a dieta deve ser continuada e um médico deve ser consultado para mais conselhos e avaliação.

É possível tomar medicação para enterite?

Com a enterite, é importante perceber que o paciente já está colocando estresse significativo no trato gastrointestinal. Dito isto, a maioria das pessoas recorda à auto-medicação, o que tem um impacto negativo em sua saúde.

No entanto, na enterite, os medicamentos leves são geralmente prescritos, que são destinados a alívio da dor e redução da febre, uma vez que os sintomas da doença são frequentemente acompanhados de dor e febre.

No entanto, antes de começar a tomar algum medicamento, é necessário obter uma consulta com um médico, ele lhe dirá quais medicamentos são recomendados para tomar esse ou esse grau de doença, exatamente na dosagem que não prejudicará a saúde.

  • São permitidos medicamentos destinados ao tratamento da dor e processos inflamatórios no corpo.
  • Em casos extremos, você pode confiar nos métodos folclóricos de tratamento, mas apenas com pequenas manifestações da doença, quando não há necessidade de terapia medicamentosa por essa pessoa.

Regras importantes para a exacerbação de enterite

Nutrição apropriada

Com uma exacerbação de enterite, é muito importante seguir a dieta correta. Recomend a-se recusar alimentos gordurosos e picantes, bem como adiar a alimentação indefinidamente. É melhor comer alimentos que são facilmente digeridos pelo corpo, como produtos lácteos fermentados, vegetais, frutas e mingau.

Também é necessário aumentar a ingestão de líquidos, o que ajudará o corpo a se livrar das toxinas mais rapidamente e normalizar o nível de eletrólitos. Recomend a-se beber água purificada, chá verde, sucos de frutas naturais e decocções de ervas medicinais.

Descanso completo

Com uma exacerbação de enterite, é necessário um descanso completo. O corpo deve descansar para lidar com a doença. Você pode passar um tempo na cama, ler um livro, assistir TV, mas não se exercitar e não esticar os olhos. Uma noite inteira de sono durante o tratamento pode ter um efeito de cura no corpo.

Visite o médico

É muito importante consultar um médico quando uma exacerbação de enterite. Ele prescreverá os medicamentos necessários, conduzirá diagnósticos e dirá como continuar a levar um estilo de vida. É necessário cumprir estritamente todas as suas recomendações e recomendações para o uso de medicamentos. Também é necessário aderir à dieta, descansar e executar todos os procedimentos prescritos.

Higiene pessoal

A higiene pessoal na exacerbação da enterite é de grande importância. É necessário lavar as mãos frequentemente com água e sabão, não deixe pratos sujos ou utensílios nos quais o paciente estava em contato com outras pessoas. É importante não servir uma mesa lateral com outras pessoas. Tente lavar os alimentos antes de comer e digerir os alimentos o mais bem possível.

Recusa de maus hábitos

Ao exacerbar a enterite, é necessário deixar de fumar e álcool. Eles podem levar ao enfraquecimento do corpo e à deterioração da saúde. Tente ventilar a sala em que você está e evite o contato com os fumantes.

Dicas para se recuperar de enterite

Depois de sofrer de enterite, o corpo precisa recuperar a força e equilibrar nutrientes. Para fazer isso, é importante seguir certas recomendações:

  • Siga uma dieta que exclui alimentos pesados e gordurosos, mas ricos em vitaminas e minerais necessários para restaurar a força.
  • Consuma mais fluidos para evitar a desidratação do corpo e acelerar o processo de recuperação.
  • Evite álcool e tabagismo para evitar estresse adicional no corpo.
  • Reduza a atividade física pela primeira vez após a enterite para dar ao seu corpo a chance de se recuperar e se reagrupar.

Além disso, é importante manter a higiene pessoal e pública para evitar a reinfecção e exacerbação da enterite. Se os sintomas de enterite persistirem ou piorarem, consulte seu médico para tratamento adicional.