Dieta eficaz para pacientes com gastrite: nutrição e recomendações adequadas

Descubra que dieta é adequada para pessoas que sofrem de gastrite. Dicas sobre nutrição e recomendações adequadas sobre a escolha de produtos para o tratamento desta doença.

A gastrite é uma doença comum que às vezes causa muitos sintomas desagradáveis. Para melhorar a condição dos pacientes e tratar a gastrite, os medicamentos são frequentemente utilizados. No entanto, muitas vezes, além dos medicamentos, os médicos recomendam seguir uma dieta que ajuda a reduzir a carga no estômago. Neste artigo, apresentaremos o menu por uma semana na gastrite, o que ajudará a melhorar ainda mais a condição do paciente.

A dieta em gastrite é o principal elemento no tratamento da doença. Alimentos ricos em substâncias e minerais absorventes, combinados com a restrição de certos alimentos, podem reduzir a inflamação e reduzir os sintomas da gastrite. É importante perceber que alimentos gordurosos, fritos, picantes e defumados são estritamente proibidos na gastrite. Esta dieta também visa reduzir a acidez e diminuir a carga geral no estômago.

O cardápio por uma semana para gastrite deve ser adaptado para cada paciente individualmente, dependendo do estado da saúde e do estágio da doença. Mas, em geral, a nutrição deve ser variada e rica em proteínas, carboidratos e vitaminas. Neste artigo, daremos um plano de refeições aproximado para uma semana com gastrite, que inclui proteínas facilmente digeríveis, carboidratos complexos, produtos sem calorias e sem gordura.

Causas de gastrite e como lidar com os sintomas

Causas de gastrite

A gastrite é uma doença caracterizada pela inflamação da mucosa gástrica. Uma das principais causas da gastrite é a nutrição inadequada, que pode levar a uma ação prolongada de substâncias irritantes nas paredes do estômago.

Além disso, a gastrite pode ser causada pela infecção por helicobacter pylori ou consumo de álcool e tabagismo. O uso excessivo de certos medicamentos também pode ser um fator de risco para a gastrite.

Você tem sido um doador?

Como gerenciar sintomas de gastrite

Como lidar com os sintomas da gastrite

Os sintomas da gastrite podem variar de leve desconforto e minúsculas náuseas a dor abdominal e vômito intensa. No entanto, as dicas a seguir podem ajudar a aliviar os sintomas da gastrite:

  • Reduzindo a ingestão de alimentos irritantes, como alimentos picantes e gordurosos, álcool e café;
  • Seguindo uma dieta que inclui alimentos leves, não muito gordurosos;
  • Consumo regular de alimentos ricos em antioxidantes, como frutas, vegetais e verduras;
  • Parar de fumar;
  • Tomando tratamento prescrito por um médico se uma infecção por helicobacter pylori for detectada.

Sintomas mais graves de gastrite podem exigir tratamento que inclua medicamentos para reduzir a acidez do estômago, antibióticos e outros medicamentos anti-inflamatórios. Se você tiver sintomas de gastrite, consulte seu médico para obter conselhos e tratamento profissionais.

Vídeo sobre o assunto:

O que é gastrite?

A gastrite é uma doença inflamatória da membrana mucosa do estômago. Pode surgir devido a uma alimentação prolongada e irregular, consumo de álcool, tabagismo e outros maus hábitos. A gastrite também pode ser causada pela bactéria Helicobacter pylori, que habita o estômago.

Os sintomas de gastrite nem sempre são óbvios e podem ser diferentes, o que dificulta o diagnóstico da doença. Mas muitas vezes a gastrite se manifesta por dor no estômago, azia, vômito, náusea, uma sensação de peso e transbordamento no estômago, deterioração do apetite.

O tratamento da gastrite pode ocorrer medicamente e com a ajuda de uma dieta adequadamente formulada. Com a gastrite, é especialmente importante comer uma dieta adequada, o que ajudará a reduzir os sintomas e acelerar a recuperação.

Sintomas e possíveis complicações da gastrite

A gastrite é uma inflamação da membrana mucosa do estômago, que pode se manifestar com vários sintomas. Um dos sinais mais comuns de gastrite é a dor e o desconforto na área do estômago, o que pode aumentar após comer. Os pacientes também podem experimentar um sentimento de encerramento ou plenitude no estômago, náusea e vômito.

Além desses sintomas, a gastrite pode interferir na digestão normal dos alimentos, o que pode levar a deficiências em certos nutrientes. Pacientes com gastrite crônica correm o risco de desenvolver úlceras estomacais e intestinais, o que pode levar ao sangramento e à perfuração. Outras complicações possíveis da gastrite incluem refluxo ácido, gastrite atrófica e câncer de estômago.

  1. Refluxo ácido: Na gastrite, o ácido pode escapar do estômago para o esôfago, levando a azia, dor e uma sensação quente no peito.
  2. Gastrite atrófica: Nesse tipo de gastrite, a mucosa gástrica se deteriora gradualmente à medida que o sistema imunológico do corpo começa a atacar as células que secretam ácido clorídrico e fator intrínseco. Isso pode levar à absorção prejudicada da vitamina B12 e outros nutrientes.
  3. Câncer gástrico: a gastrite crônica também pode levar ao câncer gástrico, pois é um dos fatores de risco. Os danos à mucosa gástrica podem levar à displasia, o que leva ao câncer.

Princípios de dieta em gastrite

A dieta com gastrite envolve a limitação do consumo de certos produtos e a adesão a princípios nutricionais especiais. É importante reduzir a carga no estômago e facilitar seu trabalho.

  • Limitação de alimentos gordurosos e fritos. As gorduras são difíceis de digerir e podem causar uma exacerbação da gastrite. Alimentos fritos também afetam adversamente o trabalho dos órgãos digestivos.
  • Recusa de alimentos ácidos. Alimentos ácidos, como limões, laranjas e tomates, estimulam a secreção de suco gástrico e podem causar dor no estômago.
  • Refeições frequentes, mas pequenas. Refeições frequentes em pequenas porções podem reduzir a carga no estômago e melhorar a condição geral do paciente.

Para a gastrite, é recomendável aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras e contendo vitaminas. Vegetais, frutas, cereais e outros produtos similares ajudarão a melhorar o trabalho do estômago e a condição geral do corpo.

É imperativo garantir que a comida seja suficientemente purificada. Os alimentos bem purificados e misturados com suco gástrico melhora a digestão e reduz o desconforto do estômago.

É importante controlar a quantidade de comida que você come. Tente não comer demais e não sobrecarregar o estômago. Pesquisas e consultas regulares com médicos especializados para saber exatamente quais alimentos podem ser consumidos após exacerbações de gastrite.

O que não comer quando você tem gastrite

A gastrite é uma doença inflamatória da mucosa gástrica, que requer uma abordagem especial à nutrição. Nesse caso, é necessário prestar atenção aos produtos que é melhor não incluir em sua dieta diária.

Picante e gorduroso: picante e frito em grandes quantidades pode causar desconforto e aumentar a acidez no estômago. Além disso, os alimentos gordurosos podem ser retidos no estômago por mais tempo, o que pode levar à formação de depósitos de ácidos.

Alimentos e salsichas enlatadas: esses alimentos contêm muito sal, conservantes e aditivos prejudiciais, o que pode causar não apenas desconforto no estômago, mas também complicações em todo o corpo.

Bebidas carbonatadas: as bebidas carbonatadas contêm muito açúcar e seu gás pode fazer com que o estômago se expanda e aumente a acidez no estômago.

Álcool: o álcool pode causar irritação da membrana mucosa do estômago, aumentar a acidez e piorar a condição geral do corpo.

Em geral, com gastrite, é necessário comer alimentos macios e facilmente digeríveis, beber muita água e seguir a dieta. Evitar os produtos listados ajudará a reduzir os sintomas da gastrite e a acelerar o processo de recuperação.

Produtos aceitáveis em gastrite

Proteína:

  • Filé de frango sem pele
  • Carne com uma baixa porcentagem de gordura
  • Peixe, de preferência peixe marinho
  • Queijo cottage com baixo teor de gordura
  • Ovos, de preferência claras de ovos

Carboidratos:

  • Pão branco da farinha da primeira série
  • Mingau, com água ou leite com baixo teor de gordura (exceto o trigo sarraceno)
  • Carne purê
  • Vegetais cozidos
  • Frutas (exceto frutas azedas)

Gorduras:

  • Óleo vegetal (não refinado)
  • Manteiga, em pequenas quantidades

Alimentos que devem ser incluídos em sua dieta para gastrite:

  • Produtos lácteos fermentados (por exemplo, iogurte)
  • Caldo de carne, com água ou leite com baixo teor de gordura
  • Pratos cozidos no vapor
  • Chá sem açúcar

Alimentos que devem ser limitados ou completamente excluídos:

  • Comida enlatada
  • Comidas fritas
  • Alimentos picantes, condimentos e molhos
  • Pão preto e assados
  • Chocolate e doces

É importante lembrar que cada corpo é diferente e os produtos mais permitidos podem diferir. Se você tem gastrite, é recomendável obter conselhos de um médico ou nutricionista para fazer o menu mais ideal e personalizado.

Exemplo de um menu semanal para gastrite

Segunda-feira

  • Café da manhã: mingau de trigo sarraceno na água, ovo, chá sem açúcar
  • Snack: Apple
  • Almoço: caldo de frango, peito de frango grelhado, cenoura cozida, compota sem açúcar.
  • Snack da tarde: iogurte sem aditivos
  • Jantar: Peixe cozido, salada de legumes, chá leve sem açúcar.

Terça-feira

  • Café da manhã: mingau de trigo sarraceno na água, maçã, chá sem açúcar
  • Snack: banana
  • Almoço: caldo de frango, peito de frango cozido no vapor, batatas cozidas, chá leve sem açúcar.
  • Snack da tarde: iogurte sem aditivos
  • Jantar: Zrazy com beterraba cozida, cenoura cozida, chá sem açúcar

Quarta-feira

  • Café da manhã: mingau hercúlea na água, biscoitos sem açúcar, chá sem açúcar.
  • Snack: Pear
  • Almoço: vegetais cozidos, peixe cozido, compota sem açúcar.
  • Snack da tarde: iogurte sem aditivos
  • Jantar: costeleta de peru no vapor, salada de legumes, chá leve sem açúcar.

Quinta-feira

  • Café da manhã: ovos mexidos, chá sem açúcar
  • Snack: Apple
  • Almoço: caldo de frango, legumes cozidos, peito de frango cozido, compota sem açúcar.
  • Snack da tarde: iogurte sem aditivos
  • Jantar: batata assada com cenoura e cebola cozida, chá leve sem açúcar.

Sexta-feira

  • Café da manhã: mingau de arroz em água, ovo, chá sem açúcar
  • Snack: Kiwi
  • Almoço: caldo de frango, peito de frango assado, batatas cozidas, compota sem açúcar
  • Snack da tarde: iogurte sem aditivos
  • Jantar: Peixe cozido, salada grega, chá leve sem açúcar

Sábado

Sábado, é recomendável beber água purificada, sucos naturais, chás de ervas, bebidas fermentadas de leite e outras bebidas leves sem gasolina. Chá forte, café, bebidas carbonatadas e álcool doces são melhor excluídos da dieta.

  • Café da manhã: mingau hercúlea na água, biscoitos sem açúcar, chá sem açúcar.
  • Snack: Pear
  • Almoço: caldo de frango, peito de frango cozido no vapor, cenoura cozida, chá leve sem açúcar.
  • Snack da tarde: iogurte sem aditivos
  • Jantar: batata assada com cenoura e cebola cozida, chá leve sem açúcar.

Domingo

  • Café da manhã: ovos mexidos, chá sem açúcar
  • Snack: Apple
  • Almoço: caldo de frango, legumes cozidos, peito de frango cozido, compota sem açúcar.
  • Snack da tarde: iogurte sem aditivos
  • Jantar: Peixe cozido, salada de legumes, chá leve sem açúcar.

Com gastrite, é recomendável monitorar a quantidade e o tempo das refeições para evitar refeições pesadas e comer demais. Além disso, a dieta deve estar completa e conter uma quantidade suficiente de proteínas, carboidratos e gorduras. É importante levar em consideração as características individuais do corpo e consultar um médico.

Receitas úteis para uma dieta com gastrite

Purê de abóbora

O purê de abóbora é um prato ideal para uma dieta com gastrite. Para preparar purê de batatas, você precisa preparar uma abóbora média, frit e-a em uma frigideira em fogo baixo até ficar macio (cerca de 30 minutos). Depois disso, a polpa de abóbora deve ser transferida para um liquidificador e chicoteada até que uma massa homogênea seja obtida. O purê pronto pode ser adicionado ao arroz cozido no vapor ou caldo de legumes e um pouco de sal a provar.

Macarrão integral com molho de abóbora

Para preparar esse prato, você precisa pegar macarrão de grãos inteiros, ferver e esfriar. Então você precisa fritar uma cebola pequena em uma panela usando azeite e adicionar abóbora. Frite tudo juntos em fogo baixo até que a abóbora fique macia. Depois disso, você precisa moer com uma batedeira, adicione sal, pimenta, um pouco de manteiga e creme ao molho. O molho acabado pode ser adicionado ao macarrão e servido quente.

Salada de trigo integral com legumes e bagas

Para preparar esta salada, você precisa pegar trigo integral cozido e mistur á-lo com verduras (endro, salsa, manjericão), pepino fatiado, tomate, alface e bagas frescas (por exemplo, mirtilos ou cranberries). Para vestir, você pode usar azeite, vinagre e um pouco de sal.

Regras para comer com gastrite

Na gastrite, a ingestão correta de alimentos é especialmente importante. Deve ser regular, racional e equilibrado. É necessário comer 5-6 vezes ao dia em pequenas porções, para não sobrecarregar o estômago.

Não deve ser consumida com sabor de pimenta, com sabor de pimenta, em conserva, com sabor de pimenta, com sabor de pimenta, azedo, frio e quente. Portos macios, carnes e legumes cozidos no vapor são recomendados. É importante aprender a mastigar adequadamente os alimentos para facilitar a digestão.

Além disso, é necessário excluir álcool, café, chá forte, bebidas carbonatadas e doces da dieta. E o álcool em qualquer quantidade deve ser excluído da sua dieta, inclusive quando o estômago está funcionando normalmente.

Você não deve comer mais de duas horas antes de dormir, pois isso pode piorar o sono e fazer com que a sensação de fome pela manhã mais alta.

Tente beber bebidas e pratos quentes, mas é claro, rejeite o gelo e qualquer coisa que corte a garganta, por exemplo, nozes.

A conformidade com as regras de comer com gastrite ajudará a reduzir os sintomas da doença e estabelecer o trabalho do trato gastrointestinal.

Os benefícios da água na gastrite

A gastrite é uma das doenças mais comuns do trato gastrointestinal. É caracterizado por processos inflamatórios nas paredes do saco gástrico, o que causa dor e desconforto. Um dos fatores mais importantes que influenciam a melhoria da gastrite é a ingestão de água suficiente.

A água desempenha um papel importante na gastrite, pois ajuda a reduzir a acidez do suco gástrico e protege as membranas mucosas do estômago e do intestino. Além disso, a água ajuda a melhorar a digestão e aliviar os sintomas de gastrite, como náusea, vômito, azia e dispepsia.

A ingestão diária ideal de água para gastrite depende de muitos fatores, incluindo a idade, o peso e a saúde geral do paciente. No entanto, em média, é recomendável consumir pelo menos 6-8 copos de água por dia.

  • A água potável deve ser limpa, potável e livre de contaminantes nocivos. A água da torneira pode conter impurezas nocivas, por isso é recomendável beber água engarrafada ou passar água através de um filtro.
  • É importante consumir água de bom humor e não com pressa. Isso permitirá que ele seja digerido mais rapidamente e não terá um efeito adicional no suco gástrico.
  • Além da água, é aconselhável consumir outros líquidos, como chá verde, reduzir a acidez do suco gástrico e melhorar o metabolismo.

Apesar de todos os benefícios, você não deve beber muita água em um curto período de tempo, pois isso pode afetar negativamente o trato gastrointestinal. É importante controlar moderadamente o consumo de água, claramente aderindo à norma e seguindo as necessidades individuais do corpo.

Produtos que ajudam na gastrite: cura da mucosa gástrica

A proteína na quantidade certa pode melhorar a produção de ácido clorídrico e acelerar a cicatrização da mucosa gástrica. Isso permite que você restaure o trabalho de mecanismos digestivos normais. Peixe, carne branca, ovos, nozes e laticínios são fontes de proteína, extremamente importantes para o consumo de gastrite.

Frutas e frutas, especialmente aquelas ricas em pectina, ajudam o estômago a lidar mais rapidamente com influências negativas. Cranberries, mirtilos, romã são líderes no conteúdo dessa substância. Frutas e frutas também são ricas em vitaminas, o que apóia o trabalho do estômago e fortalece o sistema imunológico.

Os produtos lácteos azedos também promovem a cura da membrana mucosa do estômago. O iogurte, o kefir, o queijo cottage tem um efeito benéfico no estômago, reduz a inflamação e a dor.

O mel alivia a irritação do estômago, fortalece e aumenta a imunidade. Pode ser adicionado ao chá, leite, assados, aveia e pratos de arroz.

As fontes de peixe e ômega-3 são a melhor maneira de fortalecer e manter a saúde da mucosa e reduzir a inflamação. As melhores fontes de ômega-3 recomendadas para gastrite são salmão, arenque, atum e robalo.

O queijo parmesão contém vitamina E, que possui propriedades antioxidantes que são benéficas para o trato gastrointestinal. Recomend a-se adicion á-lo aos pratos de gastrite como um condimento para promover a saúde gástrica.

A ingestão abundante de água também é essencial na gastrite. Uma grande quantidade de fluido (pelo menos 1, 5-2 litros por dia) melhora a digestão e facilita o trabalho do estômago, que por um longo tempo foi exposto a irritantes.

É importante perceber que a nutrição na gastrite deve ser equilibrada e adaptada às características individuais de cada pessoa. Antes de fazer um plano de nutrição, é necessário consultar o médico assistente.

Suplementos nutricionais que ajudam com gastrite

Quando você tem gastrite, é recomendável seguir uma dieta rica em nutrientes como proteínas, vitaminas e minerais. No entanto, em alguns casos, a dieta pode não conter essas substâncias em quantidade suficiente. Nesses casos, é importante incluir suplementos nutricionais na dieta para ajudar a melhorar a digestão e reduzir os sintomas da gastrite.

Preparações proteicas. Na gastrite, é recomendado aumentar a ingestão de proteínas, pois elas ajudam a curar úlceras e a melhorar o metabolismo. Se não houver proteína suficiente na dieta, pode-se utilizar uma composição especial em forma de pó ou cápsulas, que contém proteínas de origem vegetal ou animal.

Probióticos. Os probióticos são microrganismos benéficos que ajudam a restaurar a microflora intestinal natural e a melhorar a digestão. Suplementos probióticos são recomendados durante e após o tratamento da gastrite.

Vitaminas e minerais. Vitaminas e minerais ajudam a manter o corpo saudável e a fortalecer o sistema imunológico. É importante certificar-se de que sua dieta contém todas as vitaminas e minerais necessários e tomar suplementos adequados, se necessário.

  • Vitamina C. Fortalece o sistema imunológico e ajuda a curar úlceras.
  • Vitamina b12. Ajuda a reparar o sistema nervoso e a melhorar a digestão.
  • Ferro. Essencial para a formação de hemoglobina e melhora da circulação.

Extratos vegetais. Os extratos vegetais contêm muitos nutrientes que são benéficos para a saúde do corpo. Algumas plantas, como o gengibre ou a babosa, têm propriedades antiinflamatórias e ajudam a acalmar a mucosa gástrica irritada.

É importante encontrar a dosagem certa e escolher suplementos nutricionais de qualidade. Antes de usar é necessário consultar um especialista.

Tinturas e decocções para aliviar os sintomas de gastrite

A gastrite é uma doença comum que leva à inflamação da mucosa gástrica. Isso causa não apenas desconforto, mas também pode ter um impacto negativo no funcionamento do estômago. Certas tinturas e decocções podem ajudar a aliviar os sintomas da gastrite e melhorar o funcionamento da mucosa gástrica.

  • Tintura de gengibre: O gengibre contém substâncias que ajudam a melhorar o funcionamento do estômago e reduzir a inflamação. Esmague um pequeno pedaço de gengibre fresco e despeje água fervente sobre ele. Infundir por alguns minutos e beber durante o dia.
  • Decocção das flores de pedra: a flor de pedra possui propriedades anti-inflamatórias e pode ajudar a aliviar os sintomas da gastrite. Despeje 2 colheres de sopa de erva seca em água fervente e infunda por alguns minutos. Coe e beba uma pequena quantidade várias vezes ao dia.
  • Tintura de linhaça: A linhaça é rica em substâncias biodisponíveis que podem ajudar a fortalecer a mucosa gástrica e reduzir a inflamação. Despeje 2 colheres de sopa de linhaça em água fervente e infunda por algumas horas. Coe e beba 2-3 vezes por dia.

Regras para um estilo de vida saudável com gastrite

Nutrição

Um dos principais fatores que afetam a saúde com gastrite é a nutrição. Recomend a-se evitar alimentos picantes, salgados, defumados e gordurosos, além de álcool e tabagismo. Consuma pequenas porções de comida e não come demais.

Inclua em sua dieta, mais frutas e vegetais, alimentos de proteína (carne, peixe, ovos), laticínios com baixo teor de gordura e mingau na água.

Regularidade das refeições

Para reduzir os sintomas da gastrite, é necessário aderir a um cronograma de alimentação regular, manter os mesmos intervalos entre as refeições, para que o estômago não fique sobrecarregado e não prenda ácido.

Estilo de vida ativo

A atividade física não é menos importante para um estilo de vida saudável. Esportes regulares, exercícios matinais, longas caminhadas, ajudarão a fortalecer o sistema imunológico e melhorar a condição geral do corpo.

Dormir

O bom sono é uma parte essencial da saúde da gastrite. Tente ir para a cama e levanta r-se ao mesmo tempo, não se esqueça de transmitir a sala e criar condições confortáveis para dormir.

Estresse e estado psicoemocional

Evite situações estressantes, planeje o seu dia com antecedência, se possível, e permita tempo suficiente para descansar e relaxar. A prática regular de meditação, yoga ou outras técnicas ajudará você a lidar com o estresse e melhorar seu estado psicoemocional.

Como evitar a gastrite e impedir sua recorrência

A gastrite é uma condição quando a membrana mucosa do estômago fica inflamada. Pode ser causado por várias razões, incluindo dieta ruim, estresse e infecções bacterianas. A boa notícia é que você pode tomar medidas para proteger seu estômago e impedir o desenvolvimento da gastrite.

É importante observar sua dieta e evitar alimentos picantes, gordurosos e ácidos. Tente comer em pequenas porções e aumentar gradualmente o volume. Não abuse de bebidas alcoólicas e café. Certifiqu e-se de tomar café da manhã, e é melhor jantar algumas horas antes de dormir.

Observe também seu peso e evite a obesidade, o que pode pressionar adicional o estômago. Se você já teve gastrite, é recomendável que você se submetesse a exames médicos regulares para detectar possíveis recorrências. Você também pode usar probióticos para ajudar a manter seu intestino saudável e reduzir o risco de desenvolver gastrite.

  • Evite alimentos picantes, gordurosos e ácidos
  • Observe seu peso e evite a obesidade
  • Tomar probióticos para manter a saúde intestinal
  • Obtenha exames médicos regulares

Q & amp; A:

O que é gastrite?

A gastrite é uma inflamação da membrana mucosa do estômago que pode ocorrer por várias razões, incluindo infecção bacteriana, dieta ruim, estresse e outros fatores.

Quais são os sintomas da gastrite?

Os sintomas de gastrite podem variar e incluir dor no estômago, náusea, vômito, azia, arrotar, apetite diminuído e outras manifestações. Os sintomas podem ser leves ou graves, dependendo do grau de inflamação da membrana mucosa.

É possível beber álcool com gastrite?

Não, o álcool deve ser completamente excluído da dieta com gastrite, pois irrita a membrana mucosa e pode causar uma exacerbação dos sintomas.

Que comida é recomendada para gastrite?

Recomend a-se consumir alimentos facilmente digeríveis, incluindo legumes, frutas, mingau, produtos lácteos fermentados, carne magra e peixe. Você também deve beber muita água e evitar alimentos fritos, gordurosos, picantes e salgados.

Quanto tempo a dieta para gastrite deve ser seguida?

A dieta para gastrite deve ser seguida por pelo menos 2-3 semanas, até que haja uma melhora na condição e os sintomas sejam reduzidos. Depois disso, você deve continuar seguindo uma dieta adequada e evitar as causas que causam uma exacerbação da gastrite.

É possível comer doces com gastrite?

Uma pequena quantidade de doces pode ser consumida com gastrite, mas apenas dentro de limites razoáveis, pois pode causar uma exacerbação dos sintomas. É melhor comer frutas, bagas, frutas secas e outros doces naturais. Chocolate, doces, tortas e outros produtos com adição de açúcar são melhor excluídos da dieta

Que bebidas posso beber com gastrite?

Recomend a-se beber água purificada, sucos naturais, chás de ervas, bebidas fermentadas de leite e outras bebidas leves sem gás. Chá forte, café, bebidas carbonatadas e álcool doces são melhor excluídos da dieta.

Quais alimentos devem ser excluídos da dieta na gastrite?

Alimentos gordurosos e fritos, comida picante e salgada, carne defumada, salsichas, alimentos enlatados, legumes e frutas em conserva, especiarias, álcool, café, chá forte, doces com açúcar adicionado e outros produtos que contribuem para danos à membrana mucosa do estômagodeve ser excluído da dieta.