Dieta eficaz para o intestinal cólico, hepático e renal: recomendações de especialistas

Aprenda a fazer a dieta certa para o intestinal cólico, hepático e renal. Nossas recomendações ajudarão a aliviar a dor e melhorar a saúde geral.

A cólica dos intestinos, fígado e rins pode ser um sintoma muito desagradável e doloroso que afeta a qualidade de vida de uma pessoa. No entanto, a dieta certa pode ajudar a gerenciar e reduzir a dor.

A energia e os nutrientes necessários devem ser obtidos de uma dieta equilibrada, levando em consideração a condição de saúde em particular. O artigo fornece conselhos especializados sobre a dieta certa para a cólica dos intestinos, fígado e rins, o que ajudará a melhorar a saúde e a lidar com sintomas desagradáveis.

Apesar de cada caso de cólica ter suas próprias especificidades de nutrição, ainda é possível destacar os princípios e restrições gerais na dieta em cólica.

Os especialistas recomendam prestar atenção à qualidade dos produtos alimentícios, além de dividir os alimentos em várias pequenas porções. Além disso, é importante levar em consideração as características individuais do corpo e, se necessário, consultar um especialista.

Contents
  1. Quais alimentos devem ser excluídos na cólica intestinal, hepática e renal?
  2. Eliminar alimentos que promovem a formação de gás
  3. Excluir alimentos gordurosos
  4. Exclua produtos salgados
  5. Vídeo sobre o assunto:
  6. Produtos que não são recomendados para cólica intestinal, hepática e renal cólica
  7. Limitando o consumo de alimentos gordurosos
  8. Limite o consumo de alimentos ricos em colesterol
  9. Limitando a ingestão de quantidades excessivas de sal
  10. Alimentos recomendados para cólica intestinal
  11. Alimentos recomendados para cólica hepática
  12. Vegetais e frutas
  13. Cereais
  14. Alimentos de proteínas
  15. Lacticínios
  16. Líquidos
  17. Também é recomendado evitar
  18. Alimentos recomendados para cólica renal
  19. Recomendações sobre o uso de alimentos no intestino cólico, cólica hepática e renal
  20. Com que frequência a comida deve ser comida?
  21. Dieta na cólica intestinal, hepática e renal: por que é tão importante?
  22. Vitaminas e suplementos para cólica intestinal, hepática e renal
  23. Vitamina D
  24. Probióticos
  25. Ácidos gordurosos de omega-3
  26. Água: recomendações e regime
  27. Como reduzir a dor: recomendações
  28. A atividade física é necessária para a cólica intestinal, hepática e renal?
  29. O que os especialistas dizem:
  30. Que tipos de atividade física são adequados:
  31. O que é melhor evitar:
  32. Bebidas que ajudarão com cólica intestinal, fígado e rim
  33. Água
  34. Compota
  35. Chá de ervas
  36. Sucos
  37. Bebida de cranberry
  38. Restrições de álcool
  39. Recomendações durante a gravidez e amamentação
  40. Prevenção de cólicas e doenças
  41. Ver um médico e perguntas básicas
  42. Q & amp; A:
  43. Quais alimentos devem ser excluídos da dieta para o intestinal cólico?
  44. Quais alimentos são recomendados para adicionar à dieta para a cólica do fígado?
  45. Quais produtos melhor ajudam com a cólica renal?
  46. É possível comer carne com cólica intestinal?
  47. Que bebidas são úteis para a cólica do fígado?
  48. É possível consumir produtos lácteos na cólica renal?
  49. Quais alimentos devem ser excluídos da dieta na cólica renal?
  50. Você pode comer doces quando tem cólica intestinal?

Quais alimentos devem ser excluídos na cólica intestinal, hepática e renal?

Eliminar alimentos que promovem a formação de gás

Quando a cólica intestinal cólica deve ser excluída da dieta de alimentos que contribuem para a formação de gás. Pode ser legumes, repolho, pepino, cogumelos, batatas, frutas doces, laticínios, doces. Em vez de eles, é melhor consumir uma variedade de saladas vegetais de cenouras, beterraba, aipo, pepino.

Com que frequência você vai ao dentista?
Uma vez por ano
66, 67%
Uma vez em meio ano
33, 33%
Uma vez a cada 3 meses

Excluir alimentos gordurosos

Na cólica fígado e da vesícula biliar, você deve limitar alimentos gordurosos, como manteiga, creme de leite, queijo cottage gorduroso, carne frita e peixe. É melhor consumir produtos lácteos com pouca gordura, peixes cozidos no vapor, saladas de vegetais frescos. Também não é recomendável consumir picante, fumado e salgado.

Exclua produtos salgados

Se você tem cólica renal, deve limitar a ingestão de alimentos salgados, como picles, carnes defumadas e nozes salgadas. Álcool e café também não são recomendados. Em vez disso, é recomendável consumir mais frutas e legumes, chá verde e água mineral.

  • Conclusão: No intestino cólico, na cólica hepática e renal, é necessário excluir alimentos que promovam a formação de gás, alimentos gordurosos e salgados. Em vez disso, é recomendável consumir mais frutas, legumes e chá verde.

Vídeo sobre o assunto:

Produtos que não são recomendados para cólica intestinal, hepática e renal cólica

Limitando o consumo de alimentos gordurosos

Os alimentos gordurosos podem aumentar a carga no estômago, fígado e rins, o que pode piorar a condição da cólica nesses órgãos. O consumo prolongado de alimentos gordurosos também pode levar à obesidade e doenças relacionadas.

Limite o consumo de alimentos ricos em colesterol

O excesso de colesterol no sangue pode levar à disfunção do coração e dos vasos sanguíneos e, na cólica intestinal, hepática e renal, pode piorar a condição da doença. Portanto, é recomendável limitar o consumo de alimentos ricos em colesterol, como produtos de carne gordurosa, maionese, ovos e produtos lácteos com alto teor de gordura.

Limitando a ingestão de quantidades excessivas de sal

Muito sal pode levar à retenção de água no corpo e piorar a condição na cólica renal. Na cólica intestinal, pode levar ao aumento da dor. Portanto, é recomendável limitar o consumo de alimentos salgados e enlatados, preferindo vegetais e frutas mais frescos.

  1. Limitando o consumo de álcool e café
  2. Limitando o consumo de doces e produtos de farinha
  3. Limitando o consumo de bebidas carbonatadas

Substituir os alimentos que você come por alimentos mais saudáveis e nutricionalmente equilibrados pode melhorar a condição e reduzir a probabilidade de recorrente cólica.

Alimentos recomendados para cólica intestinal

Os especialistas recomendam consumir os seguintes alimentos para aliviar a dor intestinal colick e melhorar a microflora intestinal:

  • Produtos lácteos fermentados: kefir, iogurte, queijo cottage. Eles contêm bactérias benéficas que melhoram a função intestinal e combatem possíveis inflamação.
  • Frango e peru: produtos proteicos que são facilmente digeridos pelo corpo e ajudam a reparar tecidos intestinais.
  • Peixe: uma fonte de ácidos graxos saudáveis e proteínas.
  • Oatmeal: rico em fibras solúveis, facilita o processo digestivo.
  • Frutas e vegetais frescos: ricos em nutrientes e fibras, essenciais para a função intestinal normal.

Algumas restrições têm alimentos contendo fibras grossas, muito gordurosas, picantes e doces. Esses alimentos podem causar dor intestinal e agravar a cólica.

Alimentos recomendados para cólica hepática

Vegetais e frutas

Recomend a-se consumir vegetais e frutas ricos em fibras. Isso pode incluir maçãs, laranjas, toranja, peras, ameixas, beterraba, cenoura, repolho, couve de Bruxelas, berinjela e couv e-flor.

Cereais

Grãos como arroz, aveia brotado e cereais finamente moídos podem ser incluídos na dieta para cólica hepática. O arroz sem glúten, como arroz branco ou arroz selvagem, é o melhor. Desistir de cereais com alto teor de glúten, como gritos de trigo e grossos de centeio, é melhor.

Alimentos de proteínas

Alimentos de proteína, como ovos, peru e peixe, podem ser uma fonte maravilhosa de proteína para substituir a carne. Os fosfatos e gorduras na carne podem causar desconforto com a cólica hepática. É bom substituir a carne por peixe.

Lacticínios

É aconselhável consumir produtos lácteos desnatados em vez de leite integral. Eles contêm menos fosfatos e gordura.

Líquidos

É importante lembrar de beber fluidos suficientes. Recomend a-se consumir água e refrigerantes e evitar bebidas e bebidas alcoólicas contendo cafeína.

Também é recomendado evitar

  • Molhos e especiarias altamente tóxicas, como açafrão, tofu vermelho, mostarda, pimenta, molho de curry e molho de tomate.
  • Alimentos azedos e enlatados, como picles, frutas enlatadas e picles azedos.

Alimentos recomendados para cólica renal

Com a cólica renal, é especialmente importante assistir sua dieta e excluir alimentos que podem causar agravamento. A dieta deve ser rica em carboidratos e proteínas e não deve conter quantidades excessivas de sal.

Entre os produtos recomendados, é estritamente proibido consumir alimentos gordurosos, pratos picantes e ácidos, especiarias perfumadas. Você também não deve consumir chocolate, chá preto forte e café.

Você deve preferir alimentos facilmente digeríveis, como mingau na água, frutas e legumes frescos e cozidos, óleo vegetal, carne de girassol e peixe magro.

A irregularidade na alimentação também pode causar exacerbações de cólica renal, por isso é importante manter um certo padrão alimentar.

  • Variedades magras de carne e peixe (frango, vitela, bacalhau, pique)
  • Alho, cebola, ervas (salsa, endro, manjericão)
  • Ovos (cozidos ou mexidos)
  • Vários portos (trigo sarraceno, arroz, aveia)
  • Produtos lácteos com pouca gordura (kefir, iogurte)

No entanto, qualquer mudança na dieta deve ser coordenada com o médico assistente para evitar a possibilidade de exacerbação da doença e não prejudicar sua saúde.

Recomendações sobre o uso de alimentos no intestino cólico, cólica hepática e renal

Com que frequência a comida deve ser comida?

A frequência de ingestão de alimentos durante o tratamento da cólica do intestino, fígado e rim pode diferir para cada paciente e depende de muitos fatores, incluindo toda a imagem da doença, saúde geral, grau de desidratação, idade e peso corporal.

No entanto, as recomendações gerais para comer para evitar cólicas e ajuda no tratamento incluem:

  • Refeições regulares – tente comer de acordo com uma programação definida, mesmo que você não tenha um apetite no momento.
  • Limitar os alimentos gordurosos, fritos e picantes – esses alimentos podem agravar a cólica no intestino, fígado e rins.
  • Evite álcool, café, especiarias fortes e tabagismo – todos podem contribuir para a cólica.
  • Aumente a ingestão de água – isso ajudará a evitar a desidratação e melhorar a função renal.
  • Aumentar a ingestão de proteínas – A proteína é essencial para regular os níveis de amônia no corpo, o que por sua vez pode ajudar com cólicas fígado e rim.

No entanto, antes de mudar sua dieta, não deixe de discutir isso com seu médico ou nutricionista.

Dieta na cólica intestinal, hepática e renal: por que é tão importante?

A nutrição adequada desempenha um papel crucial no tratamento da cólica dos intestinos, fígado e rim. Se você não seguir a dieta certa para essas condições, ela pode piorar sua condição e piorar a dor. Portanto, você não deve negligenciar as recomendações nutricionais dadas a você pelo seu médico.

É importante monitorar a quantidade e a qualidade dos alimentos que você come. Tente não comer demais ou comer alimentos que possam causar uma reação em seu corpo. Além disso, é muito importante seguir um regime alimentar regular, que contribuirá para o funcionamento normal do seu corpo e também ajudará a evitar problemas relacionados ao sistema digestivo.

  • Não se esqueça do café da manhã, que deve ser uma refeição completa que deve conter não apenas carboidratos, mas também proteínas e gorduras.
  • Consuma mais frutas e vegetais.
  • Escolha produtos magros de carne e peixe. Não use demais os alimentos fritos.
  • Tente beber mais fluidos, especialmente água pura. Isso ajudará seu corpo a funcionar normalmente.

Seguindo as recomendações nutricionais para a cólica intestinal, hepática e renal, você ajudará seu corpo a lidar com a doença mais rapidamente e com sucesso. É importante perceber que a nutrição adequada é uma das chaves para uma recuperação rápida.

Vitaminas e suplementos para cólica intestinal, hepática e renal

Vitamina D

Vitamina D

A vitamina D desempenha um papel importante na manutenção dos ossos e músculos saudáveis. Ele também possui propriedades antioxidantes que ajudam a fortalecer o sistema imunológico. A deficiência dessa vitamina pode levar a distúrbios digestivos e cólica. Se uma criança ou adulto estiver mostrando sintomas de deficiência de vitamina D, um médico poderá recomendar a suplementação com medicamentos contendo essa vitamina.

Probióticos

Os probióticos podem efetivamente combater a disbiose intestinal, que é uma das causas da cólica em crianças e adultos. Os probióticos contêm bactérias que vivem no intestino e ajudam a restaurar seu equilíbrio. Os probióticos também podem melhorar a digestão e aumentar o sistema imunológico. Consultar um especialista pode ajudar a determinar o produto mais apropriado para o seu caso.

Ácidos gordurosos de omega-3

Os ácidos graxos ômega-3 podem ajudar a melhorar a função hepática e renal, fortalecer o sistema cardiovascular e reduzir a inflamação. Eles também podem ser eficazes na redução da dor cólica e abdominal. Os ácidos graxos ômega-3 são encontrados em óleo de peixe, óleo de linhaça, nozes e sementes de chia. Se você tiver uma deficiência desse nutriente, seu médico pode recomendar tomar medicamentos especiais.

Água: recomendações e regime

Um dos componentes mais importantes da dieta para o intestino cólico, a cólica hepática e renal é o regime correto da ingestão de água. Geralmente é recomendável beber pelo menos 1, 5-2 litros de água potável por dia.

É importante lembrar que uma única porção de água não deve ser superior a um copo de cada vez. É melhor beber água lentamente e em pequenos goles para evitar sobrecarregar o trato gastrointestinal.

É preferível beber água ligeiramente morna, pois é mais rapidamente digerida pelo corpo. Mas a água gelada também não é prejudicial, o principal não é muito com sua quantidade.

Se você tiver certas doenças relacionadas à digestão, precisará prestar atenção ao regime de bebida. Por exemplo, com cólica do fígado e rins, a ingestão de líquidos deve ser feita em um determinado momento. Mais detalhes sobre isso dirão ao médico.

  • É importante lembrar que a água não é a única fonte de fluido no corpo. Um pouco de água entra no corpo com comida e outros são produzidos por processos metabólicos.
  • Não se esqueça de beber água não apenas durante as refeições, mas também entre as refeições. Isso ajudará a melhorar os processos metabólicos no corpo.
  • Não beba grandes quantidades de líquido antes de ir para a cama, para que você não precise acordar frequentemente à noite e ir ao banheiro. Elimine a ingestão de álcool antes de dormir, pois causa desidratação do corpo.

Como reduzir a dor: recomendações

Quando seu bebê sofre de cólica, ele pode sentir muita dor no abdômen. Existem vários métodos que podem ajudar a reduzir a dor e aliviar seu bebê.

  • Use calor: aplique uma almofada mais quente ou aquecida no abdômen do seu bebê para acalmar a tensão e melhorar a circulação.
  • Cradle o bebê: No peito dos pais, balançar o bebê para cima e para baixo pode ajudar a reduzir a dor.
  • Use massagem: massagear suavemente o abdômen no sentido horário pode ajudar a afrouxar as entranhas e reduzir a dor.
  • Dê ao bebê o peito: se o seu bebê estiver amamentado, a alimentação pode ajudar a relaxar e acalmar seu bebê.
  • Tente dar a Gas Ajuda: podem ser vitaminas com uma mistura de erv a-doce ou simeticona. Os apaziguadores de gás podem ajudar a reduzir o acúmulo de gás no abdômen que está causando a dor.

Esses métodos não devem substituir o tratamento prescrito por um médico. Se seu filho estiver com dor intensa ou a cólica continuar a acumular, você deve entrar em contato com seu médico imediatamente.

A atividade física é necessária para a cólica intestinal, hepática e renal?

O que os especialistas dizem:

Os especialistas recomendam incorporar a atividade física leve em seu regime diário para cólica dos intestinos, fígado e rim. No entanto, a atividade deve ser moderada e não causar um aumento de dor e desconforto. Ao mesmo tempo, é necessário levar em consideração as peculiaridades da doença e consultar um médico.

Que tipos de atividade física são adequados:

  • Andando no ar fresco;
  • Exercícios leves e alongamento;
  • Ioga;
  • Natação;
  • Ciclismo;
  • Dançando.

O que é melhor evitar:

O que é melhor evitar:

Para cólica intestinal, hepática e renal, atividade física pesada, como executar ou levantar pesos, não é recomendada. O esforço físico prolongado e a superexerção também devem ser evitados.

Importante saber! É melhor consultar seu médico antes de iniciar a atividade física. Ele ou ela poderá fazer recomendações com base nas características individuais da doença e da condição de saúde.

Bebidas que ajudarão com cólica intestinal, fígado e rim

Água

A água é a base do nosso corpo e é necessária para o funcionamento normal de todos os sistemas. No intestino cólico, hepático e renal, é recomendável beber água pura e não carbonada.

Compota

Os compostos feitos de frutas secas, como passas, groselha ou compota de maçã, podem ajudar no intestino cólico. Eles têm um efeito laxante, que ajuda a melhorar a peristaltismo intestinal e acelerar o processo de eliminação de toxinas do corpo.

Chá de ervas

Chás de ervas como camomila, hortel ã-pimenta ou erv a-doce têm efeitos antiespasmódicos e ajudam a aliviar a tensão nos músculos do estômago e do intestino.

Sucos

Os sucos feitos de frutas e vegetais frescos, como maçã, cenoura e beterraba, são ricos em vitaminas e nutrientes necessários para manter o corpo saudável.

Bebida de cranberry

A bebida de cranberry pode ajudar na cólica renal. Ajuda a reduzir a inflamação nos rins e ajuda a dissolver pedras.

  • A água é a base do nosso corpo e é necessária para o funcionamento normal de todos os sistemas.
  • Os compostos de frutas secas podem ajudar a melhorar o peristaltismo intestinal e acelerar o processo de eliminação de toxinas do corpo.
  • Os chás de ervas têm efeitos antiespasmódicos e ajudam a aliviar a tensão nos músculos do estômago e do intestino.
  • Os sucos de frutas e vegetais frescos contêm vitaminas e nutrientes necessários para manter o corpo saudável.
  • A bebida de cranberry pode ajudar na cólica renal e ajudar a reduzir a inflamação nos rins.

Restrições de álcool

Para o intestinal cólico, a cólica hepática e renal, é muito importante seguir um regime alimentar adequado. Além da nutrição adequada, é importante evitar o consumo de álcool para evitar o agravamento da condição.

O álcool tem um efeito negativo no fígado; portanto, na cólica hepática, é necessário abandonar completamente seu uso. Além disso, o álcool tem um efeito diurético, que pode piorar a condição dos rins.

No caso da cólica intestinal, os especialistas aconselham a limitar o uso de bebidas alcoólicas, especialmente se o paciente tiver distúrbios no trato gastrointestinal. O álcool pode causar aumento da formação de gás e piorar a digestão, o que pode levar à exacerbação da cólica.

Em geral, para qualquer cólica, os especialistas recomendam estar vigilantes ao beber álcool e, em alguns casos, recus á-lo completamente.

  • Dica: se você tiver problemas com seus órgãos digestivos, fígado ou rins, consulte seu médico para descobrir quais restrições devem ser observadas no seu caso.

Recomendações durante a gravidez e amamentação

Durante a gravidez e a amamentação, a nutrição é fundamental para a saúde e o desenvolvimento do seu bebê. Ao escolher uma dieta, é necessário considerar não apenas as necessidades da mãe, mas também as necessidades de seu bebê.

Durante a gravidez, você deve aumentar sua ingestão de calorias e garantir que a dieta seja rica em nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável do bebê. Também é importante garantir que a dieta contenha ferro suficiente.

Ao amamentar, a mãe precisa prestar atenção especial à sua dieta para garantir que o bebê obtenha os nutrientes necessários. É importante garantir que a dieta seja rica em proteínas, cálcio, ferro e vitamina D e também contenha fluidos suficientes.

  • É importante garantir que a dieta contenha vegetais suficientes, frutas, verdes e gorduras saudáveis
  • Você deve evitar alimentos que possam causar alergias em seu bebê, como nozes, ovos e produtos lácteos
  • Certifiqu e-se de consumir cálcio suficiente para manter ossos e dentes saudáveis em você e no seu bebê.

No geral, considere que a nutrição adequada e saudável durante a gravidez e a amamentação é um componente importante do desenvolvimento e bem-estar saudáveis do seu bebê. Lembr e-se de procurar ajuda e aconselhamento do seu médico para limitar o risco de efeitos potencialmente prejudiciais da dieta na saúde e desenvolvimento de seus recé m-nascidos.

Prevenção de cólicas e doenças

A cólica é uma doença evitável. Uma das principais maneiras de manter seu sistema digestivo em boas condições é observar sua dieta e evitar comer demais. Se você sente que está começando a ter problemas de fezes, ajuste sua dieta para incluir alimentos menos fritos e picantes.

Além de ajustar sua dieta, também é importante se exercitar regularmente, o que ajuda a aumentar o metabolismo e melhorar a função do sistema digestivo. Lembr e-se de beber água suficiente e evitar aditivos químicos, em particular, consumo moderado de doces e bebidas carbonatadas.

Um aspecto importante da prevenção da doença intestinal e hepática é o consumo moderado de bebidas alcoólicas, bem como o tabagismo. A maneira mais eficaz de iniciar processos de desintoxicação é comer mais frutas e vegetais. O consumo regular de tais produtos é uma prevenção confiável de muitas doenças.

  • Observar o regime alimentar
  • Evite comer demais
  • Exercite regularmente
  • Beba água suficiente
  • Evite bebidas carbonatadas e aditivos químicos em alimentos
  • Moderado a ingestão de doces e bebidas alcoólicas
  • Coma frutas e vegetais regularmente

Independentemente de como você faz dieta para o intestino colicky, fígado ou doença renal, a prevenção de doenças é uma parte essencial da saúde digestiva. O monitoramento corporal regular, a nutrição adequada e um estilo de vida moderado podem manter seu corpo protegido de doenças e ajud á-lo a mant ê-lo saudável nos próximos anos.

Ver um médico e perguntas básicas

Se você estiver experimentando cólica nos intestinos, fígado ou rins, deve consultar seu médico sobre dieta e tratamento. Não se auto-medicar, pois a abordagem errada pode ser prejudicial à sua saúde.

Antes de consultar seu médico, prepare uma lista de perguntas que você deseja fazer. É importante obter o máximo de informações possível sobre sua condição e como evitar a recorrência dos sintomas. Entre as perguntas a fazer seu médico, pode incluir:

  • Qual é a causa dos meus sintomas cólicos?
  • Que alimentos posso comer e que alimentos devo evitar?
  • Que sintomas devo observar e quando devo ver meu médico?
  • Que tratamentos serão mais eficazes no meu caso?

É importante permanecer aberto e honesto ao conversar com seu médico para tirar o máximo proveito da consulta e evitar mais problemas de saúde.

Q & amp; A:

Quais alimentos devem ser excluídos da dieta para o intestinal cólico?

Alimentos gordurosos, fritos, picantes, defumados e em conserva, além de café, chá forte, bebidas carbonatadas e álcool, devem ser excluídos da dieta para o intestinal cólico.

Quais alimentos são recomendados para adicionar à dieta para a cólica do fígado?

Quando cólica hepática, recomenda-se adicionar maçãs, ameixas, legumes (brócolis, couve-flor, batatas, cenouras, beterraba), ervas (endro, salsa), peixe, frango, claras de ovos, queijo cottage com baixo teor de gordura, leite com gorduraconteúdo de 2, 5% à dieta. Também é útil beber chá verde.

Quais produtos melhor ajudam com a cólica renal?

Na cólica renal, legumes (feijão, ervilhas, abobrinha, abóbora), frutas (maçãs, damascos, peras), ovos, frango, queijo cottage com baixo teor de gordura, leite com um teor de gordura de 1, 5%, água pura sem gás são mais úteis. Também vale a pena incluir no chá verde diet e no ácido nã o-crassico (por exemplo, em cranberries).

É possível comer carne com cólica intestinal?

A carne não é proibida no intestino cólico, mas é recomendável escolher tipos enxutos (frango, peru, coelho, vitela). Também não use caldos de carne e carne frita.

Que bebidas são úteis para a cólica do fígado?

Quando a cólica do fígado é útil para beber chá verde, sucos frescos de frutas e legumes (maçã, pêra, batata, cenoura), decocções de ervas (Melissa, camomila). No entanto, você deve limitar o consumo de café, álcool e bebidas carbonatadas.

É possível consumir produtos lácteos na cólica renal?

Os produtos lácteos são aceitáveis para a cólica renal, mas você deve escolher tipos de baixo teor de gordura (queijo cottage com baixo teor de gordura, leite com um teor de gordura de 1, 5%). Também não é recomendável consumir muitos produtos lácteos.

Quais alimentos devem ser excluídos da dieta na cólica renal?

Alimentos picantes, gordurosos, salgados e defumados, além de álcool, devem ser excluídos da dieta na cólica renal. Também não é recomendável consumir grandes quantidades de laticínios e carne.

Você pode comer doces quando tem cólica intestinal?

Quando a cólica intestinal cólica não deve consumir muitos doces e alimentos contendo carboidratos de absorção rápida (pão branco, biscoitos, doces). É melhor escolher frutas e bagas, que contêm substâncias saudáveis e fibras alimentares.