Conjuntivite: recomendações para tratamento e ações proibidas

O que fazer com a conjuntivite e como não agravar sua condição? Aprenda as regras básicas de tratamento e recomendações dos médicos para se livrar de uma doença desagradável de uma doença desagradável.

A conjuntivite, ou “olhos vermelhos”, é uma doença comum que afeta a conjuntiva do olho – uma membrana fina e transparente que cobre a esclera – a parte branca do olho. A conjuntivite pode ser causada por infecção, alergias ou irritação, e seus sintomas podem variar de leve a muito grave.

É importante perceber que nem todos os olhos vermelhos são conjuntivite; portanto, conhecer os diferentes tipos de conjuntivite e seus sintomas é importante para garantir que você obtenha o tratamento certo. Alguns erros que as pessoas cometem ao tratar a conjuntivite incluem o uso de esteróides ou antibióticos sem receita médica e não usando quedas ou pomadas medicamentosas corretamente.

Neste artigo, examinaremos os principais tipos de conjuntivite, métodos de tratamento e os erros mais comuns a serem evitados para uma cura rápida e eficaz dessa doença desagradável.

Conjuntivite: tratamento e erros

Tratamento da conjuntivite

A conjuntivite deve ser tratada o mais cedo possível. Na maioria dos casos, a conjuntivite é tratada com gotas ou pomadas. No entanto, para tratamento be m-sucedido, é necessário seguir a dose correta e o regime de medicamentos.

Além disso, é importante tomar medidas para evitar a propagação da infecção. O contato visual com as mãos, objetos usados e roupas devem ser evitados. Lave as mãos regularmente e não use roupas ou toalhas de outras pessoas.

Em alguns casos, pode ser necessário antibioticoterapia. No entanto, observe que o auto-tratamento, sem o conselho de um médico, pode ser prejudicial à sua saúde.

Você tem alergias de primavera?

Erros no tratamento da conjuntivite

  • Aut o-tratamento – Tomando tratamento com base no conselho de outras pessoas ou na experiência pessoal sem consultar um médico. Cada caso é diferente e requer uma abordagem individualizada do tratamento.
  • Não conformidade com o regime de tratamento-dosagem incorreta ou não conformidade com o regime de medicamentos não permite derrotar a infecção e pode levar ao desenvolvimento de complicações.
  • O uso de medicamentos contr a-indicado para a conjuntivite – alguns medicamentos, em particular os medicamentos hormonais, pode agravar a situação e levar ao desenvolvimento de complicações.

Nossa principal recomendação é consultar um médico o mais rápido possível quando os primeiros sintomas da conjuntivite aparecerem. Somente um médico qualificado pode determinar a causa da conjuntivite e selecionar o tratamento necessário.

Vídeo sobre o assunto:

O que é conjuntivite?

A conjuntivite é uma inflamação da membrana mucosa do olho chamada conjuntiva. Esta membrana cobre a proteína do olho e a superfície interna das pálpebras, protegendo o olho de bactérias, vírus e outros patógenos. A conjuntivite pode ser causada por uma variedade de coisas, incluindo alergias, infecções e contato com irritantes, incluindo cloro e fumaça.

A conjuntivite pode apresentar uma variedade de sintomas, incluindo vermelhidão dos olhos, lacrimação, coceira, vermelhidão e inchaço das pálpebras. Pode ser agudo ou crônico, e infeccioso ou não infeccioso. Alguns tipos de conjuntivite podem ser transmitidos de pessoa para pessoa, como conjuntivite viral ou bacteriana.

O tratamento da conjuntivite depende da causa da conjuntivite. Em alguns casos, a conjuntivite pode desaparecer por conta própria sem tratamento, mas em outros, a terapia adequada é necessária. É importante consultar um médico quando os sintomas da conjuntivite aparecem para obter um diagnóstico adequado e tratamento eficaz.

Sintomas da conjuntivite:

Sintomas de conjuntivite:

A conjuntivite, também conhecida como “nariz escorrendo”, é uma condição na qual o funcionamento normal da conjuntiva do olho, a correia que cobre a superfície interna das pálpebras e o branco do olho, é interrompido.

  1. Vermelhidão severa dos olhos
  2. Rasgando e queimando o olho
  3. Visão nublada e turva
  4. Avermelhado da superfície interna das pálpebras
  5. Descarga mucosa abundante
  6. Inchaço das pálpebras e coceira na área da pálpebra
  7. Ocasionalmente, dor leve na área dos olhos

Se você tiver esses sintomas, é importante não atrasar o tratamento para a conjuntivite e consultar seu médico para determinar o diagnóstico e o tratamento adequados.

Q & amp; A:

O que é conjuntivite e como é transmitida?

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva do olho que pode ser causada por bactérias, vírus, alérgenos e outras causas. É transmitido através do contato com secreções infectadas do olho ou do nariz, bem como superfícies contaminadas, como mãos.

Quais sintomas acompanham a conjuntivite?

Os sintomas da conjuntivite podem incluir vermelhidão do olho, inchaço, descarga dos olhos, coceira, queima, lacrimação, sentimento de areia no olho e dor nos olhos.

Qual é o tratamento correto para a conjuntivite?

O tratamento da conjuntivite depende de sua causa. No caso de conjuntivite bacteriana, geralmente são usados antibióticos; Para conjuntivite viral, são utilizados medicamentos antivirais. No caso de conjuntivite alérgica, ant i-histamínicos e remédios para reduzir o inchaço podem ser usados. Também é importante seguir a higiene ocular, manter os olhos descansados e manter um estilo de vida saudável.

A conjuntivite pode ser evitada?

Sim você pode. Para evitar a conjuntivite, você deve manter a higiene ocular, evitar o contato com pessoas com conjuntivite e evitar tocar os olhos com as mãos sujas.

Quais são os erros a serem evitados no tratamento da conjuntivite?

Os erros a serem evitados no tratamento da conjuntivite incluem a autodedicação sem consultar um médico, o uso de produtos oculares não estéril, o uso inadequado de medicamentos e a medicação inconsistente.

Quando devo consultar um médico para conjuntivite?

Você deve consultar um médico se os sintomas da conjuntivite não desaparecerem após vários dias de tratamento em casa, se os sintomas piorarem ou se houver outros sintomas, como dor de cabeça, náusea ou comprometimento visual repentino.

Quais medicamentos são mais eficazes no tratamento da conjuntivite?

Os medicamentos eficazes no tratamento da conjuntivite dependem da causa da conjuntivite. Por exemplo, os medicamentos antibacterianos são recomendados para blefarite, e os ant i-histamínicos são recomendados para conjuntivite alérgica. É importante consultar um médico para descobrir os remédios mais eficazes para um caso específico.

Os remédios populares podem ser usados para tratar a conjuntivite?

Alguns remédios populares podem ajudar a tratar a conjuntivite, como óleo de espinheiro do mar ou tintura de chá preto. No entanto, você deve consultar um médico antes de usar qualquer remédio popular.

Tratamento da conjuntivite: dicas úteis

A conjuntivite é uma doença dos olhos, que pode ser causada por bactérias e vírus. Ele se manifesta como inchaço, vermelhidão e irritação dos olhos. O tratamento da conjuntivite requer uma abordagem abrangente e deve ser prescrito apenas por um médico.

Se você perceber os sintomas da conjuntivite, a primeira coisa que você deve fazer é consultar um médico imediatamente. Algumas formas de conjuntivite precisam ser tratadas com antibióticos. No caso de conjuntivite viral, colírios especiais podem ser prescritos.

Além disso, existem várias etapas que você pode seguir por conta própria para aliviar os sintomas da conjuntivite – você deve evitar esfregar os olhos, evitar toc á-los com mãos sujas, usar toalhas diferentes para o seu rosto e olhos e não compartilhe seu pessoalitens de higiene com outras pessoas.

Uma das maneiras mais eficazes de tratar a conjuntivite é a higiene pessoal. Você deve lavar as mãos regularmente, usar saudações sem contato (como acenar) e evitar contato próximo com pessoas que estão doentes. Isso ajudará a impedir que a infecção se espalhe.

  • Consulte seu médico imediatamente se os sintomas aparecerem;
  • Siga as instruções do seu médico para tomar medicamentos;
  • Evite esfregar os olhos;
  • Evite tocar os olhos com mãos sujas;
  • Manter higiene pessoal;
  • Não compartilhe seus itens de higiene pessoal com outras pessoas;

A falha em praticar uma boa higiene pessoal pode espalhar a infecção e complicar o tratamento da conjuntivite. Lembr e-se disso e tome as medidas necessárias para prevenir e tratar a condição.

Erros no tratamento da conjuntivite

O tratamento inadequado da conjuntivite pode levar à transição crônica da doença, além de provocar sua recorrência. Os erros no tratamento podem ser causados por diagnóstico incorreto ou ma l-entendidos das causas da doença.

  • Auto-tratamento. Muitas vezes, as pessoas tentam tratar a conjuntivite por conta própria, usando antibióticos sem consulta prévia com um médico. Isso pode levar a prescrição inadequada de medicamentos que não apenas não ajudam, mas também agravam a doença.
  • Uso inadequado de gotas. A dose e a frequência de aplicação podem ser violadas, o que pode levar a tratamento inadequado. Medidas de higiene, como lavar as mãos antes e depois de aplicar as gotas, também devem ser lembradas.
  • Ignorando outros sintomas. A conjuntivite pode ser complicada por outras doenças infecciosas ou alergias. Ignorar outros sintomas e se concentrar apenas no tratamento da conjuntivite pode levar a tratamento inadequado ou mesmo piorar a condição.
  • Falha em procurar atendimento médico. A auto-tratamento ou ignorando sintomas podem levar à progressão da condição e ao desenvolvimento de complicações. Se os sintomas da conjuntivite aparecerem, é necessário consultar um médico.

O reconhecimento de erros no tratamento da conjuntivite é o primeiro passo para dominar a doença. Se você estiver em dúvida sobre o tratamento correto, não hesite em procurar ajuda de um especialista

O que fazer se a conjuntivite persistir?

A conjuntivite pode ser causada por várias razões, como infecções virais ou bacterianas, alergias ou doenças, como artrite reumatóide. O tratamento depende da causa que causou a conjuntivite.

Se os sintomas persistirem por mais de alguns dias, um médico deve ser consultado. O médico pode testar seus olhos para determinar qual forma de conjuntivite você tem, executar exames de sangue e decidir se a medicação precisa ser prescrita.

Se você já recebeu tratamento, mas seus sintomas não desaparecem depois de alguns dias, pode ser necessário prescrever outros medicamentos. Mas não tente prescrever tratamento por conta própria, porque o tratamento inadequado pode piorar o problema e levar a problemas de visão mais sérios.

Para acelerar a recuperação e reduzir a irritação e o desconforto aos olhos, você pode experimentar as seguintes maneiras: use óculos, reduzir o tempo gasto no computador, telas brilhantes e usar colírios especiais que podem melhorar a situação e reduzir os sintomas.

Não coloque o problema em uma caixa longa e verifique seu médico para encontrar a causa e o tratamento da conjuntivite. Tenha cuidado com a auto-medicação e siga as recomendações do seu médico.

Como não espalhar a conjuntivite para os outros?

Como evitar a propagação da conjuntivite para outras pessoas ao seu redor?

A conjuntivite é uma doença ocular viral ou bacteriana que pode se espalhar rapidamente para os outros. Certas precauções devem ser tomadas para impedir que outras pessoas sejam infectadas.

1. Não toque seus olhos

Para evitar espalhar a infecção para os outros, não toque os olhos com as mãos. Se você precisar limpar os olhos, use um pano ou papel limpo.

2. Use óculos de proteção ou óculos de sol protetores

Os óculos de segurança e os óculos de sol podem ajudar a evitar a propagação da conjuntivite. Eles podem proteger seus olhos contra poeira, sujeira e outras substâncias que podem conter infecções.

3- Evite locais públicos durante uma infecção

Se você já possui conjuntivite, evite ir a locais públicos. Fique em casa e evite um contato próximo com outras pessoas para evitar a propagação da doença.

4. Siga as recomendações do seu médico

Seu médico pode fornecer instruções sobre como tratar a conjuntivite. Sig a-os para reduzir o risco de transmitir a infecção e acelerar o processo de cicatrização. Não dê sua medicação a outras pessoas, mesmo que tenham sintomas de conjuntivite.

  • Evite o uso excessivo das lentes de contato.
  • Dê a lista de contatos do seu médico para as pessoas com quem você estava em contato próximo durante sua doença.

Estilo de vida da conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, que cobre o branco do olho e a superfície interna das pálpebras. Pode ser causado por infecção bacteriana, viral ou alérgica. É importante seguir um certo estilo de vida para curar mais rapidamente.

  • Evite contato com pessoas infectadas. A conjuntivite pode ser espalhada através da tosse ou espirro e de itens compartilhados, como travesseiros, toalhas ou banheiras.
  • Não toque seus olhos. Se você está sofrendo de conjuntivite, tente evitar tocar os olhos. Isso ajudará a impedir que a infecção se espalhe.
  • Use toalhas e travesseiros limpos. Toalhas e travesseiros podem conter bactérias e vírus; portanto, use seus próprios ou limpos.
  • Mantenha a higiene das mãos. Lave as mãos regularmente com água e sabão por 20 segundos para evitar a disseminação da infecção.
  • Não use lentes de contato . As lentes de contato podem prender a infecção, portanto, use óculos durante o tratamento da conjuntivite.
  • Tome remédio conforme prescrito pelo seu médico. Seu médico pode prescrever colírios ou pomadas para ajud á-lo a se livrar da infecção. Lev e-os conforme recomendado pelo seu médico.

Todas essas medidas ajudarão a evitar a disseminação da infecção e reduzirão o tempo necessário para curar a conjuntivite. Mas se os sintomas não melhorarem após alguns dias de tratamento, consulte seu médico para obter mais conselhos.

Pomadas de conjuntivite: tratamento eficaz ou perda de tempo?

A conjuntivite, uma doença que implica inflamação na área dos olhos, causa desconforto e sensações dolorosas. Como regra, os pacientes aplicam pomadas, esperando uma rápida cura da doença. Mas vale a pena confiar em pomadas da conjuntivite?

Algumas pomadas para a conjuntivite podem ajudar no tratamento, no entanto, a escolha da pomada certa é apenas uma pequena parte da terapia be m-sucedida. Para lidar com a conjuntivite com todos os seus sintomas, é aconselhável consultar um médico – somente ele sabe quais medicamentos são melhores para você e como aplic á-los.

É importante observar que o tratamento com pomadas para a conjuntivite é possível apenas se o início da doença não for causado por alergias – neste caso, o uso de pomadas não será inútil, mas também levará à deterioração da saúde.

Usando pomadas de conjuntivite como uma solução de curto prazo para ajudar a lidar com os primeiros sintomas é a solução certa, mas para uma cura completa da conjuntivite, é necessário consultar um especialista que escolherá o medicamento certo e necessário.

  • Pontos chave:
  • Pomadas para conjuntivite podem ajudar a cur á-la;
  • É melhor consultar um médico;
  • O início da doença não deve ser causado por alergias;
  • As pomadas ajudarão a lidar com os primeiros sintomas, mas não curarão completamente;
  • A escolha do remédio certo deve ser confiado a um especialista.

Por que você precisa de gotas para conjuntivite?

A conjuntivite é uma doença inflamatória da membrana mucosa do olho causada por bactérias, vírus, fungos ou alérgenos. As gotas da conjuntivite permitem reduzir a inflamação, matar o agente causador e aliviar os sintomas da doença.

No entanto, dev e-se lembrar que as quedas devem ser prescritas somente após o diagnóstico da conjuntivite e após confirmar o agente causador. As quedas selecionadas incorretamente podem agravar a condição do olho e levar a complicações.

Que gotas são usadas para tratar a conjuntivite?

As gotas podem ser antibacterianas, antivirais, antifúngicas e alérgicas. As gotas antibacterianas são prescritas para conjuntivite bacteriana, gotas antivirais para conjuntivite viral, gotas antifúngicas para conjuntivite fúngica e gotas alérgicas para conjuntivite alérgica.

A eficácia das quedas dependerá do diagnóstico correto e da escolha correta do medicamento. Gotas antibacterianas relativamente seguras e frequentemente prescritas para conjuntivite: tobramicina, ciprofloxacina, ofloxacina, moxifloxacina.

Como usar adequadamente as quedas da conjuntivite?

As gotas da conjuntivite devem ser prescritas de acordo com a instrução, que é indicada no pacote do medicamento. Antes de usar gotas, é necessário lavar as mãos e remover as lentes de contato, se elas forem usadas.

Deit e-se em uma posição horizontal, pendure a cabeça e abaixe ligeiramente a pálpebra. Enquanto a pálpebra é levantada, um remédio para cura deve ser pingado sobre os olhos. Feche o olho e com os dedos um pouco sobre a superfície do olho fechado. Isso leva uma questão de segundos. Quando o procedimento estiver concluído, você pode abrir o olho, mas por algum tempo não pingar mais.

Após o tratamento, é necessário fazer uma mancha para o exame bacteriológico para garantir que o tratamento seja eficaz e não haja ataques recorrentes de conjuntivite

Escolhendo o tipo de gotas para tratar a conjuntivite

A conjuntivite é uma doença inflamatória comum que pode ser causada pela infecção bacteriana e viral. Ao tratar a conjuntivite, é importante escolher o tipo certo de gotas para tratar a causa da inflamação e evitar mais infecções.

  • Gotas antibacterianas – elas são projetadas para tratar a conjuntivite causada por bactérias. Eles ajudam a matar as bactérias nos olhos que estão causando a inflamação. Se você tiver conjuntivite bacteriana, seu médico provavelmente prescreverá gotas antibacterianas.
  • Gotas antivirais – elas são usadas para tratar a conjuntivite causada por vírus. Mas eles raramente são usados para tratar a conjuntivite porque os vírus não conhecem medicamentos. Os vírus precisam de tempo para permanecer no corpo por um tempo menor.

Ao tratar a conjuntivite, é melhor consultar seu médico e obedecer ao conselho sobre o tipo de gotas. Além disso, lembr e-se de manter a higiene pessoal, não use os itens cosméticos de outras pessoas e consulte seu médico se a condição dos olhos piorar.

Drogas antivirais para conjuntivite: ajuda real?

A conjuntivite pode ser causada por bactérias e vírus. Portanto, parece lógico usar medicamentos antivirais no tratamento desta doença. Mas esses medicamentos têm algum benefício real para a conjuntivite?

Segundo alguns estudos, os medicamentos antivirais podem realmente ajudar na conjuntivite viral. Eles ajudam a reduzir a inflamação nos olhos mais rapidamente e diminuem a duração da doença. No entanto, lembr e-se de que os medicamentos antivirais não são um tratamento universal para todos os tipos de conjuntivite.

É importante lembrar que o diagnóstico adequado e a seleção de medicamentos são importantes para o tratamento eficaz da conjuntivite. Em alguns casos, medicamentos antimicrobianos ou antifúngicos podem ser mais eficazes.

  • Assim, os medicamentos antivirais podem realmente ajudar com a conjuntivite viral.
  • No entanto, o diagnóstico adequado e a escolha do medicamento é essencial antes do uso.
  • O uso inadequado de medicamentos antivirais pode levar a consequências negativas e piora das condições oculares.

É possível eliminar a conjuntivite com a ajuda de banhos oculares?

A conjuntivite é uma condição ocular muito comum que pode ser causada por muitas razões, como alergias, infecções e resfriados. O tratamento da conjuntivite pode incluir o uso de colírios, antibióticos e outros tratamentos médicos.

Muitas pessoas se perguntam se os banhos oculares podem ajudar com a conjuntivite. A resposta depende do tipo e causa da condição. Se a conjuntivite for causada por alergias, os banhos oculares podem ajudar a reduzir a irritação e impedir que os alérgenos se espalhem ainda mais.

No entanto, se a conjuntivite for causada por uma infecção, os banhos oculares não serão eficazes e podem até piorar a condição. Nesse caso, é necessária uma consulta e medicação médica.

Se você quiser experimentar banhos oculares como um método adicional de tratamento, consulte seu médico. Nunca use banhos oculares se você não tiver certeza da causa da sua conjuntivite.

Papel das quedas ant i-histamínicas na conjuntivite

A conjuntivite é uma condição inflamatória que causa irritação e vermelhidão dos olhos. Um dos métodos de tratamento comum é o uso de gotas ant i-histamínicas.

As gotas ant i-histamínicas são projetadas para aliviar os sintomas da conjuntivite alérgica, que ocorre quando os olhos são expostos a um alérgeno. Eles bloqueiam a ação da histamina, que é a principal causa da resposta alérgica.

No entanto, as quedas ant i-histamínicas não são um tratamento universal para a conjuntivite. Se a causa da inflamação não for uma reação alérgica, o uso de tais gotas não será eficaz. Além disso, algumas gotas ant i-histamínicas podem causar efeitos colaterais, como olhos secos e visão prejudicada.

Portanto, antes de usar quedas ant i-histamínicas, você deve consultar seu médico e esclarecer a causa da conjuntivite. E somente depois disso iniciar o tratamento.

Fisioterapia para a conjuntivite: a eficácia do método e o impacto na saúde

A conjuntivite é uma doença que afeta a conjuntiva do olho. Violação do trabalho das glândulas lacrimais, infecção bacteriana ou viral, as reações alérgicas podem levar ao aparecimento de conjuntivite.

A fisioterapia é uma combinação de tratamentos físicos e elétricos. Muitos especialistas acreditam que a fisioterapia relaxa os músculos e aumenta a circulação sanguínea, acelerando assim a recuperação. No entanto, a eficácia da fisioterapia para a conjuntivite é observada pelos médicos ambiguamente.

Alguns especialistas afirmam que a fisioterapia pode ajudar na conjuntivite. Por exemplo, a eletrostimulação das glândulas lacrimais melhora a qualidade das lágrimas e reduz a inflamação. Quando certas técnicas, como a fototerapia, são usadas, é possível obter resultados positivos no tratamento da conjuntivite.

Outros especialistas acreditam que a fisioterapia pode piorar os sintomas da conjuntivite e provocar complicações. Portanto, ao prescrever fisioterapia, o médico deve levar em consideração o tipo e o grau de conjuntivite, bem como as características individuais do paciente.

Portanto, a fisioterapia como método de tratamento da conjuntivite possui lados positivos e negativos. Recomend a-se consultar um médico para determinar a eficácia do método e escolher um plano de tratamento individualizado.

Recuperação da conjuntivite

A conjuntivite pode ser muito desagradável e causar desconforto nos olhos. Mas nosso corpo tem uma capacidade incrível de curar e regenerar o tecido. Após o tratamento e o cuidado adequados, você pode esperar uma recuperação completa dos olhos e da conjuntiva.

Os primeiros sinais de melhoria são perceptíveis no 2º ou 3º dia de tratamento – os olhos deixam de ficar muito vermelhos e descarregar, e a queima severa desaparece. Após a cura completa, leva tempo para os olhos recuperarem sua aparência e condição normais.

Para acelerar o processo de recuperação e evitar possíveis complicações após a conjuntivite, você deve seguir algumas regras simples:

  • Observe medidas higiênicas. As mãos devem estar limpas e secas. Não toque seus olhos com mãos sujas, não use toalhas e guardanapos comuns em casa e no trabalho;
  • Não entre em contato com pessoas que estão doentes. Se alguém da família tiver conjuntivite, é importante seguir as precauções de segurança e evitar o contato com a pessoa doente;
  • Não corrija inacreditável com uma lente de contato. Se você usar lentes de contato, pratique uma boa higiene e substitua suas lentes, conforme recomendado pelo seu médico.

Se você estiver experimentando sintomas de conjuntivite, definitivamente deve consultar seu médico. Ele/ela fornecerá um tratamento específico e recomendações comportamentais. Você não deve ignorar esta doença, pois ela pode levar a complicações e consequências mais sérias.

Medidas de prevenção da conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação da membrana mucosa do olho, que pode ser causada por bactérias, vírus ou fungos. Para evitar obter conjuntivite, você deve tomar várias precauções:

  • Mantenha a higiene das mãos. Lave as mãos regularmente e evite tocar os olhos com as mãos sujas.
  • Não compartilhe itens de higiene pessoal. Nunca compartilhe toalhas, cosméticos, lentes de contato ou outros itens de higiene pessoal.
  • Observar a higiene ocular e facial. Não toque nos olhos com as mãos sujas, não esfregue os olhos, escolha os cosméticos faciais adequados e não use produtos oftalmológicos desatualizados.
  • Evite contato com pessoas infectadas. Se você observar sinais de conjuntivite em uma pessoa, evite contato próximo e use produtos de higiene individuais.

Ao tomar essas medidas simples, você pode proteger seus olhos da conjuntivite de maneira confiável.

Prevenção em caso de conjuntivite recorrente

A conjuntivite é uma doença ocular comum que causa inflamação na conjuntiva, a membrana fina e transparente que cobre a parte frontal do olho e a superfície interna das pálpebras. Embora a conjuntivite não seja uma doença grave, ela pode se espalhar muito rapidamente e causar desconforto.

Depois de contrair conjuntivite, você poderá contraí-la novamente no futuro. Para evitar a recorrência, você deve seguir algumas medidas preventivas:

  • Observar a higiene pessoal. Você deve lavar bem as mãos antes de tocar nos olhos. Se você tem o hábito de tocar o rosto ou os olhos, tente evitá-lo.
  • Não use lentes de contato. Se você usa lentes de contato, não as use até que a conjuntivite desapareça completamente. Isto pode acontecer 2 a 3 semanas após o início do tratamento. Você também deve desinfetar todas as lentes e seus recipientes de armazenamento.
  • Não use cosméticos para os olhos. Alguns produtos podem causar irritação nos olhos e prolongar o período da doença. O uso de tais produtos não é recomendado até que você esteja totalmente recuperado.
  • Evite contato próximo com pessoas doentes. Evite contato próximo com pessoas que contraíram conjuntivite e pratique higiene pessoal se precisar estar perto delas.

Seguindo essas dicas, você pode reduzir ao mínimo as chances de contrair conjuntivite novamente.